Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da terapia fotodinâmica no fenótipo tronco de linhagens celulares de carcinoma epidermóide de boca

Processo: 19/09465-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Maria Fernanda Setúbal Destro Rodrigues
Beneficiário:Cassia Bosi Ribeiro Ferreira
Instituição-sede: Universidade Nove de Julho (UNINOVE). Campus Vergueiro. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Patologia   Carcinoma de células escamosas   Neoplasias bucais   Tratamento do câncer   Terapia fotodinâmica   Células-tronco neoplásicas

Resumo

Dentre os vários tipos de câncer que afetam a cavidade bucal, o carcinoma epidermóide oral (CEO) é a neoplasia maligna de maior prevalência. As principais modalidades terapêuticas aplicáveis ao CEO são cirurgia e a radioterapia isolada ou associada à cisplatina. Entretanto, apesar dos avanços no tratamento, os pacientes com CEB frequentemente apresentam metástases no momento do diagnóstico e recorrência, ambos associados com um prognóstico reservado. Uma alternativa para o tratamento do CEO consiste na Terapia Fotodinâmica (TFD), baseada na utilização de fotossensibilizadores cuja toxicidade é ativada por luz para promover a morte de células alvo. Embora a TFD seja utilizada para o tratamento de alguns tipos de tumores, seu efeito no CEO é pouco conhecido. Estudos recentes têm demonstrado que neoplasias malignas podem conter células-tronco de câncer (CTC), descritas como células raras, mas com potencial proliferativo indefinido, sendo responsáveis pelo crescimento tumoral e resistência à terapia convencional. Vale ressaltar que a literatura é escassa em relação ao efeito da TFD em CTC no CEO. Desta maneira, este estudo tem como objetivo avaliar in vitro o efeito da terapia fotodinâmica na viabilidade de linhagens celulares de CEO bem como na manutenção do fenótipo tronco e de CTC identificadas pelo fenótipo CD44high/ESAlow (perfil migratório), CD44high/ESAhigh (perfil epitelial) em linhagens celulares derivados de CEO. Serão realizados ensaios de viabilidade celular por MTT, Vermelho Neutro e Cristal Violeta, capacidade de formação de colônias e esferas e análise da expressão de CD44 e ESA por citometria de fluxo.