Busca avançada
Ano de início
Entree

Monitoramento da zona saturada do lixão desativado Santa Madalena em São Carlos, SP

Processo: 19/15778-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências
Pesquisador responsável:Edson Cezar Wendland
Beneficiário:Caroline Corrêa Manastella
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/03806-1 - Disponibilidade hídrica e riscos de contaminação em áreas de afloramento do Sistema Aquífero Guarani, AP.BIOEN.TEM
Assunto(s):Geoquímica   Aterros sanitários   Resíduos sólidos   Poluição da água   Monitoramento ambiental   São Carlos (SP)

Resumo

Assim como a maioria dos países em desenvolvimento e subdesenvolvidos, o Brasil enfrenta diversos desafios em relação à gestão inadequada dos resíduos sólidos. No Brasil, a partir da aprovação da Lei 12305/2010, instituiu-se a Política Nacional dos Resíduos Sólidos, com o estabelecimento de metas como a de fechamento de lixões. Entretanto, grande parte dos municípios não concluiu os planos de gerenciamento e a situação dos lixões segue inconclusa e carente de pesquisa e de maior incentivo municipal para evitar a contaminação das áreas adjacentes aos depósitos. Este estudo visa auxiliar o subprojeto 4 do Projeto Temático FAPESP 2015/03806-1, intitulado "Isolamento a posteriori como medida de controle de produção e mobilização de poluentes do lixiviado em lixões desativados", o qual monitora a zona saturada e não saturada de área do lixão desativado do município de São Carlos - SP.