Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização de filmes finos de melanina para uso em dispositivos optoeletrônicos

Processo: 19/16227-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2019
Vigência (Término): 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica
Pesquisador responsável:Carlos Frederico de Oliveira Graeff
Beneficiário:Mayra Beatriz Stanize Martins dos Reis
Instituição-sede: Faculdade de Ciências (FC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07296-2 - CDMF - Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais, AP.CEPID
Assunto(s):Materiais eletrônicos   Melaninas   Propriedades ópticas   Filmes finos   Deposição de filmes finos   Técnicas biossensoriais

Resumo

O acúmulo de lixo eletrônico prejudica o meio ambiente e uma das formas de sanar esse problema é através do uso de materiais eletrônicos biodegradáveis, visto que essa tecnologia apresenta menor impacto ambiental e não gera resíduos tóxicos. Além disso, estes dispositivos podem ser biocompatíveis o que possibilita a integração entre a eletrônica orgânica e sistemas biológicos. Dentre a vasta gama de materiais que podem ser utilizados, aqueles que apresentam além da biodegradabilidade e biocompatibilidade, propriedades ópticas e eletrônicas/iônicas favoráveis à fabricação de dispositivos são candidatos promissores para tal tarefa. Neste sentido, materiais naturais como a melanina tem ganhado cada vez mais destaque. Melanina é um pigmento natural que está espalhado por toda fauna e flora, inclusive no corpo humano, com larga banda de absorbância em toda região UV-visível e também condução híbrida de íons e elétrons. Diante disso, esse projeto de pesquisa visa utilizar melanina em dispositivos opto e bioeletrônicos. Para tal, serão estudados os processos de obtenção e deposição de filmes finos de diferentes derivados de melaninas a fim de obter filmes com boa qualidade e adesão aos substratos, bem como a influência das diferentes estruturas químicas sobre as propriedades físicas e químicas dos filmes, em especial as propriedades ópticas.