Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do reparo ósseo após a instalação de implantes funcionalizados com medicação anabólica associada à administração sistêmica de antireabsortivo em ratas com deficiência de estrógeno e síndrome metabólica

Processo: 19/09946-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2019
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Cirurgia Buco-maxilo-facial
Pesquisador responsável:Roberta Okamoto
Beneficiário:Ana Cláudia Ervolino da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Ratas   Teriparatida   Osteoporose

Resumo

Estudos mostram uma relação entre osteoporose e síndrome metabólica, estando ambasas condições presentes em grande parte da população. Entretanto, mais estudos se fazemnecessários, para que esta correlação seja mais bem caracterizada. Atualmente, muitasterapias estão disponíveis para o tratamento da osteoporose, no entanto, podemapresentar alguns problemas em relação à eficácia e segurança em longo prazo. Sendoassim, o presente projeto tem por objetivo investigar a ação da associação de medicaçãosistêmica (bifosfonato oral) e teriparatida como medicação local funcionalizando assuperfícies dos implantes. Para a realização deste projeto, o mesmo será divido em 2etapas. A primeira etapa consiste na determinação do melhor protocolo para afuncionalização de implantes com teriparatida, a partir da técnica layer by layer. Aindanesta etapa, serão realizados testes físicos e in vitro (culturas de células) a fim de avaliaras propriedades da superfície funcionalizada, quanto à melhora nas respostasosteogênicas. A segunda etapa consistirá na realização de experimentos in vivo paraavaliar o efeito desta superfície funcionalizada durante o reparo Peri-implantar. Paraisso, 96 ratas Wistar, adultas jovens serão divididas em 3 grandes grupos: 1. GrupoSHAM (n=16), onde os animais serão submetidos à ovariectomia fictícia e dietabalanceada. 2. Grupo SM (n=16), onde os animais serão receberão dieta de cafeteria. 3.Grupo OVX (n=16), no qual os animais serão submetidos à cirurgia de ovariectomiasem tratamento medicamentoso. 4. Grupo OVX/SM (n=16), onde os animais serãosubmetidos à ovariectomia e à dieta de cafeteria. 5. Grupo OVX/SM/RIS (n=16), noqual os animais serão submetidos à cirurgia de ovariectomia e dieta de cafeteriaassociado ao tratamento medicamentoso com risedronato de sódio. 6. Grupo OVX/RIS(n=16), no qual os animais serão submetidos à ovariectomia e ao tratamento comrisedronato de sódio. Em cada grande grupo haverá dois subgrupos: A- implantesconvencionais e B- implantes funcionalizados com teriparatida. Após 30 dias do iníciodo tratamento medicamentoso, os animais serão submetidos à exodontia dos primeirosmolares superiores bilateralmente. Passados 30 dias, estas mesmas ratas receberão osimplantes na região onde foram realizadas as exodontias. A eutanásia dos animais serárealizada aos 60 dias após a instalação dos implantes. As maxilas coletadas serãoselecionadas aleatoriamente por meio de um software para randomização das amostraspara análises biomecânicas (contra-torque) e PCR - tempo real (expressão dos genesOPG, RANKL, OPN, ALP, OCN, VEGF, Wnt3a). As maxilas contra-laterais serão utilizadas para análise de cortes calcificados. Inicialmente, as amostras serão avaliadaspor microtomografia computadorizada para a avaliação morfométrica do osso formadoao redor dos implantes instalados. Posteriormente, essas mesmas amostras serãosubmetidas ao processamento laboratorial para cortes calcificados, para posterior análisepor microscopia confocal (dinâmica óssea Peri-implantar, BIC e AON). Os dadosquantitativos serão submetidos ao teste de homocedasticidade para a seleção do testeestatístico apropriado (paramétrico ou não paramétrico), com nível de significância de5%.