Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação de MICs de tolerância a diversas condições de estresse em bactérias

Processo: 19/18789-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de outubro de 2019
Vigência (Término): 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:María Eugenia Guazzaroni
Beneficiário:Ana Flavia Tonelli Scaranello
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/04309-1 - Novas abordagens para melhorar a prospecção funcional de biocatalizadores em bibliotecas metagenômicas, AP.JP
Assunto(s):Bactérias   Tolerância   Resistência microbiana a medicamentos

Resumo

A tolerância das estirpes microbianas utilizadas nos processos de fermentação revelou-se como um grande desafio para a obtenção de um desempenho economicamente viável na produção industrial. Embora a robustez geral seja um requisito universal para microrganismos industriais, a produção de novos compostos utilizando vias metabólicas sintéticas apresentam desafios adicionais (Deparis et al., 2017). Muitos dos compostos - pequenas moléculas ou proteínas heterólogas - produzidos na indústria por células microbianas são altamente tóxicos para as células hospedeiras nos títulos necessários para ter viabilidade econômica (Sauer et al., 2008). Logo, diferentes fatores de estresse ambiental e metabólico precisam ser contornados para projetar maior tolerância ao estresse e, assim, maximizar o rendimento do processo. Portanto, o presente projeto visa determinar as condições experimentais apropriadas de resistência a diversas condições de estresse em bactérias para, posteriormente, realizar experimentos de busca de novos genes relacionados à resistência a ditas condições em bibliotecas metagenômicas. Podem-se citar, como fatores com relevância para a utilização industrial de fábricas microbianas: inibidores presentes nos hidrolisados de bagaço, antibióticos, etanol, acidez, e temperatura, entre outros (Deparis et al., 2017).