Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da limitação do movimento de flexão do joelho durante o andar de indivíduos pós acidente vascular encefálico

Processo: 19/10801-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2019
Vigência (Término): 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Ana Maria Forti Barela
Beneficiário:Anna Julia Silva de Lima
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa. Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Acidente vascular cerebral   Eletromiografia   Controle motor   Marcha (locomoção)   Análise do movimento humano

Resumo

Geralmente, indivíduos que sofreram acidente vascular encefálico (AVE) apresentam dificuldades para se locomover, e o padrão do andar dessa população é na maioria das vezes diferente do padrão do andar de indivíduos sem comprometimento no aparelho locomotor. Tendo em vista que uma das diferenças apresentadas por indivíduos pós AVE é a limitação para movimentar a articulação do joelho parético, é importante investigar mais diretamente as implicações dessa limitação no padrão locomotor desses indivíduos. Sendo assim, o objetivo geral deste projeto de pesquisa é investigar os efeitos da limitação do movimento de flexão do joelho durante o andar de indivíduos pós AVE. Para tanto, pelo menos 10 indivíduos pós AVE (grupo AVE) e 10 indivíduos sem comprometimento no aparelho locomotor (grupo controle) participarão neste estudo. Todos os participantes serão avaliados andando sobre uma passarela de aproximadamente 9 m de extensão, com marcadores refletivos afixados em referências anatômicas específicas que definirão os segmentos corporais pelve, coxas, pernas e pés. O registro desses marcadores será feito por câmeras que fazem parte de um sistema de análise de movimento (VICON). Eletrodos de superfície serão afixados nos músculos gastrocnêmio medial e lateral, bíceps femoral, semitendíneo, vasto medial e lateral e reto femoral para registro dos sinais eletromiográfico (EMG). Todos os participantes andarão com velocidade confortável e auto-selecionada, e os participantes do grupo controle andarão com e sem limitação do movimento de flexão do joelho. Todos os dados adquiridos serão arquivados e analisados posteriormente utilizando programas específicos para análise do movimento.