Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da obesidade induzida por redução da ninhada sobre o desenvolvimento sexual de ratos machos e possíveis impactos sobre a qualidade espermática

Processo: 19/14657-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2019
Vigência (Término): 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Samara Urban de Oliva
Beneficiário:Rafaela Doretto do Valle Freitas
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Obesidade   Testículo   Epididimo   Espermatozoides   Infertilidade masculina   Modelos animais

Resumo

O sobrepeso e a obesidade consistem em problemas de caráter pandêmico, ocorrendo em países de alta, média e baixa renda (particularmente em áreas urbanas), em ambos os sexos e em todas as faixas etárias. A obesidade pode acarretar alterações dos níveis dos hormônios sexuais, do processo espermatogênico e na maturação espermática, levando à redução da qualidade espermática, oligozoospermia, danos a integridade do DNA, afetando motilidade e a capacitação espermática e, portanto, interferindo no processo de fertilização e na qualidade do embrião. Além disso, o aumento do tecido adiposo pode ocasionar elevação nas concentrações de esteróides sexuais, de adipocinas e de leptina, bem como da aromatização dos andrógenos em estrogênios, os quais podem acelerar o início da puberdade e, posteriormente, à qualidade seminal e homeostase dos hormônios sexuais na vida adulta. Entretanto, a literatura apresenta-se contraditória sobre os efeitos da obesidade sobre o espermatozóide e a fertilidade masculina. Estas discrepâncias provavelmente resultam de várias limitações inerentes aos estudos em humanos. Devido a dificuldades observadas de estudos em humanos, modelos de obesidade masculina utilizando roedores foram estabelecidos para avaliar o impacto da obesidade masculina na função espermática, respeitando as diferenças entre as espécies. Desta forma, o objetivo deste estudo é avaliar os efeitos da obesidade induzida no período neonatal, por redução do número de filhotes da ninhada, sobre o estabelecimento da puberdade e seu possível impacto sobre parâmetros espermáticos quantitativos e qualitativos, nas fases da puberdade e adulta.