Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de metodologias sustentáveis e biomiméticas para extração de compostos bioativos da camomila

Processo: 19/16991-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Daniel Rinaldo
Beneficiário:Lucas de Melo Trentin
Instituição-sede: Faculdade de Ciências (FC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Química verde   Biomimética   Extração   Compostos bioativos   Camomila   Cromatografia líquida de alta eficiência

Resumo

Os extratos da Matricaria chamomilla L. possuem notáveis utilizações farmacêuticas. Sendo a pediatria uma importante área de aplicação destes, por causa de suas atividades calmante, antiespasmódica, anti-inflamatória e analgésica. Todavia, a utilização de extratos baseados em solventes hidroalcoólicos devem ser evitados devido a possíveis complicações causadas pela ingestão de solventes tóxicos, como o álcool, por bebês e crianças. Devido a esses fatos, este projeto propõem a preparação de extratos de camomila a partir de misturas eutéticas de moléculas naturais denominados, em inglês, de Natural Deep Eutectic Solvent (NADES). Os NADES serão constituídos por moléculas naturais atóxicas utilizadas como alimentares e serão preparados via micro-ondas. As extrações serão realizadas também por micro-ondas, porém utilizando planejamento experimental para a otimização da melhor condição de extração através de uma abordagem multiparamétrica. Para otimização das extrações serão avaliadas as quantidades extraídas dos marcadores de Matricaria chamomilla L., utilizando Cromatografia Líquida de Alta Eficiência acoplada a detector de arranjo de fotodiodos (CLAE-DAD). Além da a toxicidade dos NADES o método de eluição da CLAE será composto por água e bioetanol, alternativas sustentável e de menor toxicidade para fase móvel, para que todo o processo contemple os princípios da Química Verde e tenha de menor custo quando comparado com os método convencionais da literatura, podendo ser replicada em laboratórios e indústrias de pequeno e médio porte.