Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos de compostos bioativos do café sobre células células tronco-tumorais na cultura 3D de esferóides

Processo: 19/21413-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 18 de novembro de 2019
Vigência (Término): 17 de maio de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Luís Fernando Barbisan
Beneficiário:Ariane Rocha Bartolomeu
Supervisor no Exterior: Maria Angel Garcia Chaves
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidad de Granada (UGR), Espanha  
Vinculado à bolsa:17/26217-7 - Ação de compostos bioativos do café em células tumorais e na modulação da expressão de miRNAs durante a carcinogênese de cólon, BP.DR
Assunto(s):Neoplasias colorretais

Resumo

O câncer colorretal (CCR) é uma das neoplasias mais recorrentes em todo o mundo, com altas taxas de mortalidade. Além disso, as opções citotóxicas disponíveis na terapia do câncer demonstram baixa taxa de resposta e modesto impacto na taxa de sobrevida, principalmente devido à resistência primária ou adquirida diante da exposição das células-tronco cancerígenas aos tratamentos convencionais. Estudos in vitro demonstraram os efeitos antiproliferativos, antioxidantes e pró-apoptóticos do café de consumo comum ou de seus principais compostos biodisponíveis isolados. No entanto, a literatura carece da complexidade da interação dos compostos observada nos extratos e nas bebidas. A maioria desses estudos mantém o enfoque em modelos de monocamada in vitro, perdendo informações sobre o enriquecimento complexo do microambiente tumoral. Ainda, o contato direto do epitélio colônico com compostos bioativos comuns do café, como o ácido clorogênico fortemente metabolizado pela microbiota colônica, origina muitos outros compostos bioativos que provavelmente têm efeitos direto in situ. O projeto de tese em andamento observou que a ingestão dos principais compostos do café (ácido clorogênico, cafeína e a trigonelina) isolados ou associados podem atenuar a carcinogênese de cólon in vivo. Portanto, o nosso objetivo é reproduzir esses fenômenos in vitro no contexto do microambiente tumoral. Assim, aprender novos métodos como cultivo de esferóides derivados de células-tronco tumorais, pode ser uma plataforma de triagem de extrema valia para a compreensão de nossos achados in vivo.