Busca avançada
Ano de início
Entree

Propriedades reológicas de nanocompósitos formados por politereftalato de etileno/óxido de grafeno

Processo: 19/17452-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 11 de novembro de 2019
Vigência (Término): 10 de março de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Guilhermino José Macêdo Fechine
Beneficiário:Gabriel Matheus Pinto
Supervisor no Exterior: João Manuel Luis Lopes Maia
Instituição-sede: Centro de Pesquisas Avançadas em Grafeno, Nanomateriais e Nanotecnologia (MackGrafe). Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM). Instituto Presbiteriano Mackenzie. São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: Case Western Reserve University, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:18/05440-2 - Propriedades mecânicas e de barreira de nanocompósitos formados por politerftalato de etileno e óxido de grafeno (PET/GO), BP.MS
Assunto(s):Reologia   Nanocompósitos   Polímeros   Óxido de grafeno   Politereftalato de etileno (PET)
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Nannocompósito | Óxido de Grafeno | Politereftalato de etileno | propriedades reológicas | Reologia extensional | Polímeros

Resumo

O comportamento reológico de nanocompósitos poliméricos tem atraído bastante atenção devido à maior parte das técnicas de processamento e moldagem industriais envolverem o fluxo do material no estado fundido. Já é bem estabelecido que a reometria é uma poderosa ferramenta para investigar as microestruturas de nanocompósitos, sendo que vários estudos têm sido realizados com o intuito de identificar mudanças no comportamento viscoelástico dos polímeros pela presença de nanocargas bidimensionais. Contudo, em condições reais de processamento, o fundido é submetido a um campo de tensões não homogêneo, o que faz com que as técnicas de placas paralelas (cisalhamento estático rotacional e oscilatório), não sejam suficientes para um completo entendimento do comportamento de fluxo do nanocompósito. Técnicas complementares à de placas paralelas são as reometrias capilar e extensional, que inferem sobre o comportamento do material no estado fundido quando submetido a cisalhamento dinâmico e elongacional, respectivamente. Desta forma, a importância da utilização das diferentes técnicas reométricas, para melhor compreensão da viscoelaticidade de nanocompósitos poliméricos, é comprovada por estudos da literatura que evidenciam respostas bastante diferentes a cada um dos ensaios. Aqui, está sendo proposto o estudo do comportamento reológico do sistema politereftalato de etileno/óxido de grafeno (PET/GO) utilizando estratégias de cisalhamento estático e rotacional, bem como reometria extensional e capilar. Esse estudo mais amplo foi escolhido, pois a aplicação deste nanocompósito é voltada para a indústria de embalagens rígidas, especificamente, garrafas obtidas por moldagem a sopro. A escolha do grupo de pesquisa do Prof. Dr. João Maia está diretamente ligada ao elevado conhecimento dessas técnicas pelo seu grupo, especialmente a reometria extensional e capilar. A completa caracterização reológica auxiliará bastante para as conclusões finais da dissertação de mestrado, possibilitando um grande salto de qualidade em termos tanto científicos quanto tecnológicos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)