Busca avançada
Ano de início
Entree

Instrumentos de avaliação da farmacoterapia para idosos: uma scoping review

Processo: 19/01565-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2019
Vigência (Término): 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Patricia de Carvalho Mastroianni
Beneficiário:Geovana Schiavo
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Assistência farmacêutica   Tratamento farmacológico   Medicamentos essenciais   Erros de medicação   Idosos   Bases de dados científicos   Técnicas de pesquisa

Resumo

Os idosos possuem multimorbidades e são polimedicados, favorecendo a ocorrência de Eventos Adversos a Medicação (EAM), a prescrição de Medicamentos Potencialmente Inapropriados (MPI) e a ocorrência de Interações Potencialmente Inapropriadas (IPI). Nesse contexto os instrumentos de avaliação farmacoterapêutica (IAF) são estratégias importantes para a prevenção e detecção de uso de MPI e IPI, permitindo propor equivalentes farmacoterapêuticos mais seguros (EF). Objetivo: Identificar e avaliar IAF e propor EF. Metodologia: Será conduzida uma scoping review nas bases de dados Scielo e Pubmed, com operadores boleanos pré-definidos e busca manual. Serão incluídos os estudos que desenvolveram e/ou validaram IAF. Serão excluídos editoriais, cartas, comentários, resumos em anais e dados de teses e dissertações. Não haverá restrição do tempo de publicação ou idioma. Dois pesquisadores, independentemente, farão o processo de triagem e seleção dos estudos. A triagem será feita por meio de leitura flutuante de títulos e resumos e os estudos incluídos serão lidos na íntegra e avaliados. Será calculado o índice de concordância das etapas de triagem entre os pesquisadores (teste kappa). As variáveis serão: autores; ano; país; nome do IAF; idade; desenho de estudo; MPI e IPI, condição clínica associada e justificativa de risco medicamentoso; EF e sua essencialidade (RENAME/Brasil e/ou OMS). Resultados esperados: Elaboração de um mapa de conceitual de evidências de MPI e IPI, justificando as condições inapropriadas e apresentando EF, a fim de contribuir para a tomada de decisão em saúde.