Busca avançada
Ano de início
Entree

Validade e confiabilidade do questionário de índice de qualidade do sono em indivíduos com doença pulmonar obstrutiva crônica

Processo: 19/13068-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2019
Vigência (Término): 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Audrey Borghi e Silva
Beneficiário:Rayane Sebold
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/26501-1 - Estudo dos fatores limitantes ao exercício físico e efeitos dos recursos adjuntos a reabilitação nas doenças cardiorrespiratórias crônicas: uma abordagem multicêntrica, AP.TEM
Assunto(s):Fisioterapia   Doença pulmonar obstrutiva crônica   Apneia do sono   Confiabilidade   Avaliação clínica   Espirometria   Inquéritos e questionários

Resumo

A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) é uma doença de comprometimento pulmonar e sistêmico que torna o indivíduo com maior grau de hipoxemia durante o período de sono do que quando em vigília ou em exercício e, sua maioria, apresenta qualidade de sono reduzida, independentemente da gravidade da limitação do fluxo aéreo, mas, possivelmente, dependente da presença da Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS).Objetivos: Avaliar a validade concorrente do PSQI em inferir maior risco para o desenvolvimento da SAOS, relacionando-o com o IAH, bem como a validade de critério e a confiabilidade do PSQI, determinando um ponto de corte para identificar maior ou menor risco para a SAOS em indivíduos com DPOC. Materiais e Métodos: Na primeira etapa, os voluntários, a partir de 50 anos, realizarão uma avaliação clínica inicial. Após, seguirão à segunda etapa, com o exame de função pulmonar (espirometria) para confirmação diagnóstica e estadiamento da doença (DPOC), bem como a terceira etapa, com a realização do exame domiciliar do sono, também, para confirmação diagnóstica e estadiamento da doença (SAOS). Por fim, finalizando as atividades propostas, será aplicado o questionário de índice de qualidade de vida (PSQI) sendo dado um intervalo de uma semana entre a primeira e segunda aplicações. Resultados esperados: Espera-se que seja possível verificar a validade e a confiabilidade do questionário PSQI para a população DPOC, ressaltando a importância da avaliação da qualidade do sono nesses indivíduos e possíveis riscos para desenvolvimento da SAOS.