Busca avançada
Ano de início
Entree

O comportamento natural produzido por cientistas: etnografia de santuários de elefantes no Brasil e em Moçambique

Processo: 19/07570-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2019
Vigência (Término): 31 de maio de 2023
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia
Pesquisador responsável:Anna Catarina Morawska Vianna
Beneficiário:Ana Cecília Oliveira Campos
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Etnografia   Conservação (comportamento ecológico)   Elefantes   Brasil   Moçambique

Resumo

Tendo em vista práticas que produzem a conservação de espécies em tempos de conexões globais, este projeto de pesquisa interessa-se por investigar a maneira como se constrói a noção de comportamento natural em uma rede internacional de conservação de elefantes, a Elephant Voices. Para tanto, serão etnografados dois de seus projetos, o Gorogonsa Elephant Project (GEP), no Parque Nacional da Gorongosa, em Moçambique, e o Santuário de Elefantes Brasil (SEB), na Chapada dos Guimarães, em Mato Grosso. No GEP, pesquisadores dedicam-se a perceber os efeitos de anos de caça desenfreada no comportamento de elefantes que atualmente vivem em local seguro e amplo. No SEB, biólogos buscam avaliar o impacto de anos de trabalho em circos no comportamento desses animais, além de desenvolver práticas para estimular aqueles tidos como naturais. Interessa nesta pesquisa pensar como cientistas constroem a noção de comportamento natural de elefantes e como o incentivam para a conservação de espécies. De maneira mais ampla, a pesquisa busca desestabilizar o conceito de natureza como associado ao inato, através da descrição das práticas que produzem o que é considerado próprio da natureza de elefantes. Busca também descrever como a noção de comportamento natural conecta instituições, cientistas e elefantes em dois contextos etnográficos muito distintos. (AU)