Busca avançada
Ano de início
Entree

Compostos bioativos em cambuci (Campomanesia phaea o. Berg Landrum) e uvaia (Eugenia pyriformis Cambess) - frutas nativas da Mata Atlântica

Processo: 19/13853-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2019
Vigência (Término): 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Angelo Pedro Jacomino
Beneficiário:Isabela Barroso Taver
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/12606-3 - Frutas da Mata Atlântica potencialmente funcionais: caracterização, multiplicação de plantas e conservação pós-colheita, AP.TEM
Assunto(s):Compostos bioativos   Antioxidantes

Resumo

Frutas nativas com grande potencial de consumo, como o cambuci (Campomanesia phea O. Berg Landrum) e a uvaia (Eugenia pyriformis Cambess), apresentam compostos bioativos e antioxidantes que podem auxiliar na manutenção da saúde humana. Porém, o conhecimento sobre a presença desses compostos nestas frutas ainda é escasso. Este projeto tem por objetivo determinar os compostos bioativos e atividade antioxidante de cambuci e uvaia - utilizando o material vegetal da coleção de caracterização do Laboratório de Pós-Colheita de Produtos Hortícolas (ESALQ/USP). Serão realizadas análises de vitamina C, carotenoides, taninos e atividade antioxidante medida por ABTS, ORAC e radical ácido hipocloroso. Os resultados serão submetidos à análise de variância (ANOVA), teste Tukey e análises multivariada de componentes principais (ACP) e agrupamento, utilizando os softwares Assistat e Statistica 7. Com esses resultados, espera-se aumentar a compreensão a respeito dos compostos bioativos desses frutos, gerando conhecimentos inéditos sobre o tema.