Busca avançada
Ano de início
Entree

Perfil do impacto de saúde bucal e bem-estar de mães e filhos

Processo: 19/17200-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2019
Vigência (Término): 01 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Pesquisador responsável:Juliana Alvares Duarte Bonini Campos
Beneficiário:Bianca Nubia Souza Silva
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/24424-0 - Perfil do Impacto de Saúde Bucal e bem-estar de mães e filhos, BE.EP.MS
Assunto(s):Saúde bucal   Perfil de impacto da doença   Bem-estar   Socialização   Crianças

Resumo

Objetivos: i. estimar as propriedades psicométricas do Oral Health Impact Profile (OHIP-14), do Satisfaction with Life Scale (SWLS), do Childhood Oral Health Impact Scale (ECOHIS) e do Quality of Life Evaluation Scale (AUQEI) quando aplicados a mães ou crianças de 5 anos de idade; ii. estimar o bem-estar e o perfil do impacto de saúde bucal de mães e crianças; iii. verificar o impacto do perfil de saúde bucal das mães nos indicadores clínicos e no perfil de saúde bucal dos filhos e iv. estimar o impacto de saúde bucal no bem-estar de mães e filhos. Métodos: Trata-se de estudo observacional do tipo transversal. Serão convidados a participar do estudo, mães e crianças de 5 anos matriculadas em instituições municipais de ensino público do município de Araraquara-SP. O tamanho mínimo de amostra deverá ser de 511 mães/crianças. Serão utilizados como instrumentos de medida o Questionário de avaliação do Perfil do Impacto de Saúde Bucal (OHIP-14), Escala de Satisfação com a vida (SWLS), Escala de Impacto na Saúde bucal de crianças pré-escolares e seus familiares (ECOHIS) e Escala de Qualidade de Vida da Criança (AUQEI). Serão realizados exames clínicos para verificação do índice de placa (IHO-S) e de cárie (ceod). A validade de construto dos instrumentos para amostra será estimada a partir das validades fatorial, convergente e discriminante. Será utilizada estratégia confirmatória (AFC) com método de estimação robusto Weighted Least Squares Mean and Variance Adjusted (WLSMV) e índices de qui-quadrado pelos graus de liberdade (c2/gl), Comparative fit index (CFI), Tucker-Lewis index (TLI) e Root mean square error of approximation (RMSEA). A validade convergente será avaliada a partir da Variância Extraída Média (VEM) e a discriminante por análise correlacional. A invariância fatorial dos modelos ajustados de cada instrumento será testada para amostras independentes por meio de análise multigrupos (Dc2). O Coeficiente alfa ordinal (a) e a Confiabilidade Composta (CC) serão calculados. Após ajustamento dos instrumentos aos dados e levantamento dos indicadores clínicos serão confeccionados modelos estruturais visando responder os dois últimos objetivos do estudo. O ajustamento dos modelos será avaliado por meio dos índices c2/gl, CFI, TFI e RMSEA. A significância das trajetórias hipotéticas (b) de cada variável independente será estimada utilizando o teste z e nível de significância de 5%. (AU)