Busca avançada
Ano de início
Entree

Diversidade acústica e funcional em comunidades de anuros

Processo: 19/15218-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 26 de dezembro de 2019
Vigência (Término): 25 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Teórica
Pesquisador responsável:Ricardo Jannini Sawaya
Beneficiário:Maria Carolina Rodella Manzano
Supervisor no Exterior: Diego Llusia Genique
Instituição-sede: Centro de Ciências Naturais e Humanas (CCNH). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidad Autónoma de Madrid (UAM), Espanha  
Vinculado à bolsa:18/04520-2 - Influências ambientais e bióticas: entendendo a diversidade acústica em comunidades de anfíbios anuros de Mata Atlântica, BP.MS
Assunto(s):Bioacústica   Ecologia de comunidades   Ecologia acústica   Diversidade funcional   Anfíbios

Resumo

A diversidade biológica pode ser definida como a variedade e abundância de espécies em um lugar definido. Ela pode ser mensurada através do número de espécies (diversidade alfa), e da diversidade filogenética. A diversidade funcional pode ser definida como o componente da diversidade que influencia o ecossistema, geralmente medida a partir de características funcionais dos organismos. Em sistemas de coro formados por diferentes grupos de organismos, é importante entender a relação entre a diversidade acústica e os diferentes componentes da biodiversidade. A paisagem acústica pode ser definida como a relação entre o ambiente e os sons produzidos pelas espécies, variando através do tempo e espaço. A paisagem acústica é geralmente medida a partir de índices de diversidade acústica. Sistemas de coro como os formados por anfíbios anuros são modelos ideais para o estudo da relação entre diversidade acústica e outros componentes da diversidade biológica. Tais relações podem contribuir para entender como esses sistemas de coro são formados e mantidos. Nosso objetivo geral neste projeto é investigar a diversidade funcional relacionada à comunicação em diferentes comunidades de sapos no sudeste do Brasil. Também propomos desenvolver uma forma de medir a diversidade acústica a partir da variação individual. Esperamos que essa métrica seja útil para explorar as possíveis relações entre a diversidade funcional e acústica em comunidades de anfíbios anuros.