Busca avançada
Ano de início
Entree

Direcionamento de nanopartículas funcionalizadas para modelos 2D e 3D de câncer colorretal, de linhagens celulares e de tumores de pacientes em sistemas microfluídicos

Processo: 19/18471-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 28 de novembro de 2019
Vigência (Término): 27 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Mateus Borba Cardoso
Beneficiário:Iris Renata Sousa Ribeiro
Supervisor no Exterior: Aleksander Skardal
Instituição-sede: Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Ohio State University, Columbus, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:17/21318-0 - Direcionamento de nanopartículas funcionalizadas em sistemas microfluídicos contendo múltiplos organoides, BP.DR
Assunto(s):Coloides

Resumo

O câncer é conhecido pelas suas elevadas taxas de mortalidade e por tratamentos que estão frequentemente relacionados com efeitos colaterais indesejáveis. Portanto, o desenvolvimento de métodos alternativos para tratar esta doença é de suma importância. Dessa forma, uma estratégia poderosa que têm sido amplamente investigada nos últimos anos é a utilização de nanopartículas multifuncionais (NPs). As NPs funcionalizadas ligantes específicos estão entre as plataformas terapêuticas mais promissoras, uma vez que aumentam o direcionamento do fármaco para as células tumorais e minimizam os efeitos adversos. Apesar de seu grande potencial, poucos sistemas mediados por NP foram aprovados pela Food and Drug Administration (FDA), especialmente devido à necessidade de novos modelos que mimetizem o corpo humano com alta fidedignidade. Neste sentido, o presente projeto pretende avaliar e comparar a ação de (SiO2NPs) funcionalizadas com estabilizador cinético (grupo zwitteriônico) e direcionador tumoral (grupo folato) em culturas 2D e 3D de células humanas do cólon tanto saudáveis quanto tumorais. Os estudos serão conduzidos em condição estática e em fluxo, por meio da plataforma organ-on-a-chip, a qual consiste em um sistema microfluídico que incorpora tecidos sintéticos cultivados in vitro de modo a simular a fisiologia humana a nível de tecidos e órgãos. Posteriormente, serão realizados experimentos utilizando o tecido tumoral colorretal extraído de pacientes, em condição estática e fluxo, o que proporciona uma análise mais acurada do comportamento das NPs em tumores, abrindo portas para o avanço da medicina personalizada.