Busca avançada
Ano de início
Entree

Viruloma e patogenicidade de linhagens bacterianas prioritárias em saúde única resistentes a carbapenêmicos e polimixinas

Processo: 19/15578-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2019
Vigência (Término): 31 de outubro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Nilton Erbet Lincopan Huenuman
Beneficiário:Fernanda Ribeiro dos Santos Esposito
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Virulência   Bactérias   Carbapenêmicos   Polimixinas   Genômica   Galleria mellonella

Resumo

A convergência de hipervirulência e resistência a carbapenêmicos e polimixinas em patógenos considerados prioritários pela Organização Mundial da Saúde (OMS), como Klebsiella pneumoniae, Pseudomonas aeruginosa e Escherichia coli, tem começado a ser reportada mundialmente, instaurando uma grande ameaça para o prognóstico e controle de infecções associadas à assistência a saúde (IRAS) e infecções prevalentes em Medicina Veterinária, o que constituí um problema de saúde única. No Brasil, a identificação de linhagens clonais de patógenos resistentes aos carbapenêmicos (produtores de carbapenemases KPC-2, SPM-1, NDM-1 ou VIM-2) e/ou polimixinas (mediada por mutação ou produção de MCR-1) tem adquirido um caráter endêmico. Com relação a isto, embora tenha sido demonstrado que o resistoma tem contribuído para a rápida adaptação destes patógenos em diferentes ecossistemas e hospedeiros, o papel do viruloma e a convergência de hipervirulência e resistência tem sido pouco explorado. Assim, através de uma abordagem genômica e ensaios in vitro (cultura celular) e in vivo (utilizando o modelo invertebrado de Galleria mellonella), o "fitness" e a patogenicidade de linhagens de alto risco de K. pneumoniae, E. coli e P. aeruginosa resistentes a carbapenêmicos e/ou polimixinas serão avaliados em função da presença e ausência de genes de virulência e resistência, diversidade clonal (ST/MLST) e tipo de crescimento [planctônico/séssil (biofilme)]; visando identificar o fenômeno da convergência de hipervirulência e resistência, e outros aspectos que poderiam estar contribuindo para o prognóstico desfavorável das infecções associadas. A priori, pretende-se caracterizar o viruloma completo de cepas endêmicas, e identificar biomarcadores para fins diagnósticos, manejo e prevenção de infecções consideradas urgências clínicas e epidemiológicas, tanto em Medicina humana como veterinária. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DOS ANJOS, CAROLINA; SABINO, CAETANO P.; SELLERA, FABIO P.; ESPOSITO, FERNANDA; POGLIANI, FABIO C.; LINCOPAN, NILTON. Hypervirulent and hypermucoviscous strains of Klebsiella pneumoniae challenged by antimicrobial strategies using visible light. INTERNATIONAL JOURNAL OF ANTIMICROBIAL AGENTS, v. 56, n. 1 JUL 2020. Citações Web of Science: 0.
ROSALES-REYES, ROBERTO; ESPOSITO, FERNANDA; FUGA, BRUNA; CERDEIRA, LOUISE; GAYOSSO-VAZQUEZ, CATALINA; LEZANA-FERNANDEZ, JOSE L.; LASCURAIN, RICARDO; VALVANO, MIGUEL A.; LINCOPAN, NILTON; SANTOS-PRECIADO, JOSE I. Draft Genome Sequence of a Pseudomonas aeruginosa Sequence Type 3351 Strain Exhibiting High-Level Resistance to Polymyxins in a Pediatric Patient with Cystic Fibrosis in Mexico. MICROBIOLOGY RESOURCE ANNOUNCEMENTS, v. 9, n. 2 JAN 2020. Citações Web of Science: 0.
MOHSIN, MASHKOOR; AZAM, MARIYA; RAHMAN, SAJJAD UR; ESPOSITO, FERNANDA; SELLERA, FABIO P.; MONTE, DANIEL F.; CERDEIRA, LOUISE; LINCOPAN, NILTON. Genomic background of a colistin-resistant and highly virulent MCR-1-positive Escherichia coli ST6395 from a broiler chicken in Pakistan. PATHOGENS AND DISEASE, v. 77, n. 7 OCT 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.