Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência do substrato dentinário humano e bovino na citotoxicidade de materiais utilizados para cimentação de restaurações indiretas

Processo: 19/05788-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2019
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Carlos Alberto de Souza Costa
Beneficiário:Isabela dos Reis Souza
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Cimentos dentários   Dentina   Cavidade pulpar   Materiais dentários   Cultura de células   Citotoxicidade

Resumo

Diferentes modelos de câmara pulpar artificial (CPA) têm sido amplamente utilizados para avaliar novos materiais dentários e suas técnicas de aplicação, pois mimetizam, em laboratório, condições clínicas específicas in vivo. Este modelo de trabalho, onde um disco de dentina humana é posicionado entre compartimentos da CPA, trouxe um importante avanço nos testes de citotoxicidade transdentinária, particularmente para materiais dentários recomendados para aplicação em cavidades profundas. Porém, por questões éticas e outras, tem sido cada dia mais difícil obter discos de dentina de dentes humanos recém-extraídos. Assim, apesar de não haver evidências científicas suficientes até o momento, pesquisadores sugerem que para se avançar nesta área de pesquisa, dentina bovina poderia ser empregada como potencial substituto da dentina humana, particularmente em testes de toxicidade indireta. Desta maneira, este projeto tem como objetivo principal analisar, de forma comparativa, a influência do substrato dentinário na citotoxicidade transdentinária de materiais utilizados para cimentação de restaurações indiretas, usando neste teste discos de dentina humana e bovina (0,4 mm de espessura) posicionados em CPAs de dois compartimentos. Para isto, os conjuntos CPA/discos de dentina (com células odontoblastóides MDPC-23 cultivadas sobre sua superfície pulpar), serão individualmente colocados em placas de 24 compartimentos contendo meio de cultura (DMEM). Então, diferentes tratamentos serão aplicados sobre a superfície oclusal dos discos, estabelecendo os seguintes grupos: G1 - RelyX Luting 2; G2 - RelyX U200; G3 - RelyX ARC; G4: Adper Single Bond 2 (controle positivo); e G5 - Sem tratamento (controle negativo). Após 24 h de incubação, serão avaliados os possíveis efeitos citotóxicos dos componentes dos materiais que se difundiram através dos discos de dentina humana e bovina para alcançar as células MDPC-23 (simula a camada odontoblástica in vivo). Também, serão coletados todos os extratos (DMEM + componentes dos materiais que se difundirem através do disco de dentina) dos grupos experimentais e controle, os quais serão aplicados sobre células pulpares humanas em cultura (HDPCs - simula polpa subjacente à camada odontoblástica in vivo). Estas células serão avaliadas quanto à viabilidade, morfologia, adesão e espalhamento, bem como expressão fenotípica. Os dados obtidos serão submetidos à análise estatística adequada para comparar ambos os substratos de dentina e os efeitos citotóxicos dos materiais dentários resinosos. (AU)