Busca avançada
Ano de início
Entree

Compreendendo os aspectos ecológicos e sociais das ações de restauração em regiões tropicais através de revisões sistemáticas e metanálises

Processo: 19/08533-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2019
Vigência (Término): 30 de setembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal
Pesquisador responsável:Ricardo Ribeiro Rodrigues
Beneficiário:João Paulo Romanelli
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Revisão sistemática   Ecologia da restauração   Restauração ecológica

Resumo

As sínteses da literatura, as quais incluem as revisões sistemáticas e as meta-análises têm se tornado cada vez mais populares entre os pesquisadores, devido ao fato de aumentarem o poder efetivo das análises em relação aos estudos individuais e permitirem a investigação dos modificadores de efeitos e as fontes de heterogeneidade na pesquisa ambiental. Essas abordagens têm sido empregadas nos casos onde existem múltiplas publicações em um determinado tópico científico. O domínio da "ecologia da restauração" OR "restauração ecológica" tem desenvolvido um amplo corpo de literatura, que representa um total de 4,680 publicações na Web of Science (1988-2018). Mesmo que vários avanços já tenham sido conquistados, melhorias significativas ainda são necessárias para sustentar cientificamente as ações de restauração em larga escala. Por exemplo, os estudos sobre a biodiversidade, solos e as questões sociais da restauração ecológica em regiões tropicais ainda apresentam várias lacunas de conhecimento. Nesse sentido, as sínteses de pesquisas podem melhorar substancialmente o entendimento dos fenômenos sociais e ecológicos da restauração, de forma custo-efetiva e considerando a análise de largas escalas espaciais. Assim, propomos nesse estudo: (1) uma análise bibliométrica dos estudos meta-analíticos desenvolvidos no domínio da ecologia da restauração; (2) uma meta-análise sobre a biodiversidade mudando em resposta à restauração ecológica em regiões tropicais; (3) uma meta-análise sobre as respostas funcionais do solo à restauração ecológica; e (4) uma revisão sistemática da literatura sobre o engajamento social no contexto da restauração ecológica. Essas contribuições são fundamentais para avançar no conhecimento e nas agendas nacionais e internacionais dos compromissos de restauração.