Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da atividade de peptídeos de soro de leite na inibição da ativação da microglia em modelo de cultura celular

Processo: 19/17269-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 31 de janeiro de 2020
Vigência (Término): 30 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Maria Teresa Bertoldo Pacheco
Beneficiário:Maria Elisa Caetano Silva Abreu
Supervisor no Exterior: Rodney Wayne Johnson
Instituição-sede: Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Illinois at Urbana-Champaign, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:17/16977-4 - Obtenção e caracterização de peptídeos com atividade de neuroproteção, BP.PD
Assunto(s):Doença de Alzheimer   Citocinas   Peptídeos bioativos   Microglia   Neuroinflamação
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:citocinas inflamatórias | Doença de Alzheimer | microglia | Neuroinflamação | peptídeos bioativos | Peptídeos bioativos

Resumo

A progressão da Doença de Alzheimer (DA) resulta da agregação de peptídeos beta-amiloide (AB42), sua disposição em fibrilas e a consequente formação de placas senis. Esse processo pode culminar na ativação das células imunes residentes do sistema nervoso central (microglia), com a consequente liberação de citocinas inflamatórias. Desse modo, nos últimos anos, muitos estudos têm sido direcionados a novos agentes antifibrilas e antiinflamatórios para aplicações terapêuticas. Íons metálicos, tais como cobre, ferro e zinco, são considerados desencadeadores da agregação de beta-amiloide, portanto, agentes quelantes de minerais, como peptídeos de origem alimentar, podem promover a redução da formação de fibrilas, assim como atuar na inibição da neuroinflamação. A presente proposta de estágio de pesquisa no exterior objetiva avaliar a atividade de neuroproteção de peptídeos de proteínas do soro de leite e seus possíveis mecanismos na inibição da ativação de células da microglia. Peptídeos com capacidade quelante de Cu, Fe ou Zn foram previamente isolados por cromatografia de afinidade a íons metálicos (IMAC) e purificados por cromatografia líquida (RP-HPLC) e as frações cromatográficas estão em fase de sequenciamento e síntese da sequência mais promissora. No presente projeto, linhagem celular de microglia (BV2) será tratada com peptídeos (extratos cromatográficos ou peptídeo sintético) e sua ativação estimulada pela aplicação de LPS ou AB42. Será então avaliada a alteração da morfologia celular, por microscopia de epifluorescência, bem como os seguintes marcadores: produção de óxido nítrico (utilização de sonda DAF-FM-DA), expressão de TNF-A e IL-1B (qRT-PCR, imunocitoquímica e ELISA) e liberação de glutamato extracelular. Esse projeto propõe-se a identificar bioatividades ainda não estudadas de peptídeos do soro de leite, fornecendo subsídio para futuros estudos no tratamento de doenças neurodegenerativas com peptídeos de origem alimentar.(AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CAETANO-SILVA, MARIA ELISA; RUND, LAURIE A.; VAILATI-RIBONI, MARIO; BERTOLDO PACHECO, MARIA TERESA; JOHNSON, RODNEY W.. Copper-Binding Peptides Attenuate Microglia Inflammation through Suppression of NF-kB Pathway. MOLECULAR NUTRITION & FOOD RESEARCH, v. 65, n. 22, . (19/17269-9)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.