Busca avançada
Ano de início
Entree

Lista das espécies de formigas (Hymenoptera: Formicidae) registradas para o estado do Tocantins, com discussão sobre áreas prioritárias para pesquisa

Processo: 19/19195-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2019
Vigência (Término): 31 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Carlos Roberto Ferreira Brandão
Beneficiário:Gabriella Lima Chimenti
Instituição-sede: Museu de Zoologia (MZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/07366-1 - Coletar, identificar, processar, difundir: o ciclo curatorial e a produção do conhecimento, AP.TEM
Assunto(s):Coleção e conservação de animais   Formigas   Inventários de fauna   Formicidae   Tocantins

Resumo

A Coleção de Formicidae do Laboratório de Hymenoptera do Museu de Zoologia da USP é reconhecida como uma das maiores e mais representativas coleções da mirmecofauna da região Neotropical. O acervo reúne informações para o desenvolvimento de diversos projetos especialmente direcionados ao conhecimento da diversidade brasileira. Apenas os Estados de Pernambuco, Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul tem sua fauna conhecida e publicada na forma de listas de espécies. Além disso, as pesquisas com Formicidae concentram-se em áreas de Mata Atlântica nas regiões Sul e Sudeste, e nos estados da Bahia e Pernambuco; no Amazonas e Pará; e na Serra da Bodoquena/MS. Claramente há uma grande carência em estudos na região central do país, como no estado do Tocantins, cuja mirmecofauna permanece até hoje pouco conhecida, sem quaisquer estudos faunísticos publicados, mesmo considerando-se a diversidade de fitofisionomias presentes na região - Cerrado, Floresta Amazônica, Mata de Galeria e Floresta Estacional. Inventários de fauna, registros de local e hábitat de ocorrência, e a divulgação de listagens taxonômicas são dados de grande relevância científica, pois são os elementos primários para a compreensão das relações funcionais entre os organismos que compõem os ecossistemas e para a elaboração de projetos de conservação.