Busca avançada
Ano de início
Entree

Entre o democrata radical e o protofascista: a figura de Sérgio Buarque de Holanda na recepção crítica de Raízes do Brasil por Antonio Candido e Jessé Souza

Processo: 19/09889-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2019
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Teoria Literária
Pesquisador responsável:Alfredo Cesar Barbosa de Melo
Beneficiário:Angelo Gabriel Uehara Ardonde
Instituição-sede: Instituto de Estudos da Linguagem (IEL). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):História cultural   História intelectual   Pensamento social brasileiro

Resumo

Este projeto de pesquisa consiste em uma proposta de estudo sobre a recepção crítica de Raízes do Brasil por Antonio Candido e Jessé Souza, de modo a investigar como, mesmo associados a um espectro político genericamente de esquerda, os dois críticos divergem profundamente em suas apreciações. Tais leituras respondem às disputas discursivas que caracterizam dois contextos históricos diferentes: por um lado, após o golpe militar de 1964, Candido promove a canonização de Sérgio Buarque de Holanda como um "coerente radical democrático" (Candido, 2006, p. 252), apostando na radicalidade e força democrática presentes em Raízes do Brasil; por outro lado, no atual contexto de crise das instituições democráticas, Souza investe fortemente contra o autor e sua obra, com críticas tão polêmicas ao ponto de caracterizá-los como "a legitimação perfeita do protofascismo brasileiro" (Souza, 2017, p. 184). Já em um segundo momento da pesquisa, pretendo desenvolver um estudo de reconstrução da figura do Sérgio Buarque de Holanda associada a Raízes do Brasil, de forma atenta tanto a evidências textuais amparadas na recente edição crítica do ensaio, de 2016, quanto ao campo discursivo de diálogos e disputas que permeiam a sua primeira edição, em um contexto de consolidação do ideal político nacional-desenvolvimentista e do paradigma modernista. (AU)