Busca avançada
Ano de início
Entree

Morfologia comparada e evolução dos órgãos sexuais secundários masculinos em borboletas Satyrinae da região neotropical

Processo: 19/14735-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 23 de janeiro de 2020
Vigência (Término): 22 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Morfologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:André Victor Lucci Freitas
Beneficiário:Thamara Zacca Bispo Taumaturgo
Supervisor no Exterior: Robert Kanner Robbins
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Smithsonian National Museum of Natural History, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:17/02264-6 - Morfologia comparativa e evolutiva dos órgãos odoríferos alares em Satyrinae (Lepidoptera: Papilionoidea), BP.PD
Assunto(s):Nymphalidae   Filogenia   Microscopia eletrônica de varredura   Ultraestrutura   Lepidoptera   Biologia evolutiva

Resumo

As escamas de lepidópteros (ou macrotríquias) são projeções cuticulares de formas e funções variáveis, incluindo a impermeabilidade da água, auxílio na aerodinâmica durante o voo, além desempenharem papel importante na comunicação visual e químia. Algumas escamas especializadas encontradas apenas nos machos são denominadas androcônias e se presume que a sua função seja na liberação de feromônios. Como vários termos são também aplicados a essas escamas, sem um consenso na literatura, aqui utilizamos o termo órgão sexual secundário masculino que corresponde a uma ampla definição aplicada a outros grupos de animais e que está intimamente associada com a teoria da seleção sexual. Os órgãos sexuais secundários masculino podem estar presentes em várias partes do corpo dos lepidópteros, mas são mais comumente encontrados nas asas. Apenas uma pequena fração de borboletas foram investigadas com relação a macro e ultraestrutura desses órgãos sexuais secundários masculinos, principalmente na região Neotropical, e poucos estudos têm investigado a evolução dessas estruturas em um contexto filogenético. A proposta dessa projeto é conduzir um estudo morfológico comparativo dos órgãos sexuais secundários masculinos em borboletas Satyrinae neotropicais, prover novos conhecimentos sobre tais estruturas e mapear os tipos de escamas em uma filogenia para propor uma hipótese sobre sua origem e diversificação. Adicionalmente, pretende-se testar se: 1) o ganho evolutivo dos órgãos sexuais secundários maslucinos aumenta a diversificação dos gêneros de Satyrinae ou sua perda diminui a diversificação, 2) mecanismos de isolamento entre espécies simpátricas próximas são devido a diferenças no órgão sexual primário (genitalia) ou secundário dos machos e, 3)se há correlação entre a preferência de habitat e a presença/ausência dos órgãos sexuais secundários masculinos em Satyrinae.