Busca avançada
Ano de início
Entree

Emprego de sílicas organicamente modificadas na adsorção de azul de metileno e ametrina: influência da adição de dodecilsulfato de sódio nas matrizes

Processo: 19/10604-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2019
Vigência (Término): 31 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Adriano Lopes de Souza
Beneficiário:Giulia de Pinho Del'Labon
Instituição-sede: Centro de Ciências Agrárias (CCA). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Araras , SP, Brasil
Assunto(s):Físico-química inorgânica   Processo sol-gel   Adsorção (química)   Dodecilsulfato de sódio   Azul de metileno   Matrizes   Espectroscopia   Microscopia eletrônica de varredura

Resumo

Este projeto de Iniciação Científica propõe estudar a cinética de adsorção do corante azul de metileno e do herbicida ametrina sobre as superfícies de sílicas organicamente modificadas (ormosils) obtidas através do processo sol-gel usando alcóxidos de silício com funções orgânicas desejáveis. As matrizes de ormosils serão preparadas também com a inserção do tenso ativo do decilsulfato de sódio para avaliar a influência desse componente na estrutura da matriz e também na adsorção do corante. Espectroscopia de absorção na região do Ultravioleta Visível será usada para monitorar a incorporação desses compostos nos ormosils. Espectroscopia de absorção na região do infravermelho e espectroscopia de fotoelétrons excitados por raios-X serão usadas na identificação de grupos funcionais e de possíveis interações moleculares. Análises de área superficial específica, voltametria cíclica e microscopia eletrônica de varredura trarão informações sobre os poros dos ormosils e suas morfologias. Espera-se com este estudo que os materiais obtidos possam contribuir para o desenvolvimento de sistemas com aplicações em descontaminação de águas.