Busca avançada
Ano de início
Entree

O motivo simbólico na construção da diegese do realismo poético em Romeu e Julieta na aldeia, de Gottfried Keller

Processo: 19/17672-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2019
Vigência (Término): 30 de novembro de 2021
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literaturas Estrangeiras Modernas
Pesquisador responsável:Helmut Paul Erich Galle
Beneficiário:Juliana Daniele Aparecida Lopes
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Literatura alemã   Realismo poético   Novela   Símbolo

Resumo

Esta pesquisa propõe a análise da composição novelística de Romeu e Julieta na aldeia (Romeo und Julia auf dem Dorfe), de Gottfried Keller, e os elementos que determinam sua posição enquanto uma obra pertencente ao Realismo Poético. Para tal, serão retomados os pressupostos fundamentais da novelística alemã e da estética realista, levando em conta, sobretudo, os motivos simbólicos que parecem ser essenciais para a criação de significados dentro da narrativa. A linguagem simbólica empregada nesta novela conduz a questionamentos sobre a representação da realidade e a interação entre estrutura simbólica e diegese realista. Tentar compreender a narrativa de Romeu e Julieta na aldeia enquanto novela do Realismo Poético é uma forma de compreender como Keller e seus procedimentos artísticos fazem parte do discurso novelista e realista da segunda metade do século XIX, e como eles podem estabelecer possibilidades e/ou aberturas dentro deste mesmo discurso. (AU)