Busca avançada
Ano de início
Entree

Nanocompósito de gelatina-policaprolactona para liberação dual de óxido nítrico

Processo: 19/22827-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 07 de janeiro de 2020
Vigência (Término): 23 de março de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Marcelo Ganzarolli de Oliveira
Beneficiário:Yasmim Raquel Lopes
Supervisor no Exterior: Cecile Ayako Dreiss
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : King's College London, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:18/12552-1 - Recobrimento de dispositivos de assistência ventricular com filmes de poliésteres doadores de óxido nítrico por spin coating, BP.IC
Assunto(s):Polímeros   Biomateriais   Óxido nítrico   Hidrogéis

Resumo

Nesse estudo, nanocompósitos formados por nanopartículas de gelatina/policaprolactona (Gelatina/PCL-NPs) carregados com os doadores de NO S-nitrosoglutationa (GSNO), hidrofílica e com a S-nitroso-N-acetilpenicilamina (SNAP), hidrofóbica, serão preparados com o objetivo de se obter uma formulação com perfil dual de liberação de NO: uma liberação rápida de NO pela GSNO, que estará presente na fase de gelatina, seguida de um perfil lento de liberação de NO pela SNAP que estará presente na fase de nanopartículas de poliéster. Espera-se que essa abordagem leve a formulações que permitam ajustar a taxa de liberação de NO desde que as que exigem altas taxas de liberação de NO (ex: para ação microbicida), até as que exigem baixas taxas de liberação de NO (ex: para promover cicatrização de feridas). Trabalhos anteriores do grupo da Profª Cecile Dreiss do Instituto de Ciências Farmacêuticas do King's College, Londres, Reino Unido, mostraram que nanocompósitos de gelatina/poli(hidroxibutirato) eram capazes de promover a liberação dual de um antioxidante e de um anti-inflamatório não esteroidal (AINE), oferecendo uma prova de conceito para a combinação de gelatina e nanopartículas de poliéster para esse propósito. No presente projeto PCL-NPs serão usadas como a fase de poliéster para a incorporação de SNAP e a gelatina será usada para a incorporação do doador de NO solúvel em água, GSNO. Os nanocompósitos serão caracterizados em relação às suas propriedades reológicas submetidos a diferentes condições de hidratação para simular seus comportamentos durante a absorção de fluídos biológicos após a aplicação, juntamente com a morfologia das PCL-NPs preparadas. O perfil de liberação de NO dessas formulações será posteriormente caracterizado por quimiluminescência no laboratório do Prof. Marcelo G. de Oliveira, após o retorno da estudante ao Brasil.