Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação e caracterização de peptídeos capazes de interferir com os mecanismos de infecção dos vírus dengue e zika

Processo: 19/18205-4
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2020
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Luis Carlos de Souza Ferreira
Beneficiário:Lennon Ramos Pereira
Supervisor: Jolanda M. Smit
Instituição Sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: University Medical Center Groningen (UMCG), Holanda  
Vinculado à bolsa:16/05570-8 - Utilização de proteínas recombinantes do vírus Zika no desenvolvimento de métodos de diagnóstico e aplicações vacinais, BP.DR
Assunto(s):Virologia   Vírus Zika   Dengue   Flavivirus   Peptídeos   Infecção
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Dengue Vírus | Flaviviruses | Inhibitory peptides | Zika vírus | Virologia

Resumo

Peptídeos sintéticos foram descritos como potentes e específicos agentes antivirais. Peptídeos inibitórios com efeito sobre flavivirus, incluindo os arbovírus DENV e ZIKV, também foram investigados, entretanto, nenhum está disponível para uso clínico até o momento. Neste sentido, nosso grupo de pesquisa identificou um peptídeo (Pep. 47), derivado do domínio III (EDIII) da proteína de envelope (E) do DENV2, o qual apresentou efeitos inibitórios in vitro contra a infecção pelo DENV. O Pep. 47 foi identificado por meio do perfil de imunoassinatura de anticorpos capazes de neutralizar o vírus da dengue. Este peptídeo está localizado na alça lateral da proteína EDIII, uma importante região da proteína E relacionada com a infectividade do DENV, a qual é conservada entre diferentes flavivirus. Essa descoberta abre a possibilidade de que os peptídeos derivados dessa região também possam apresentar efeitos inibitórios contra diferentes flavivirus, como o ZIKV. No entanto, o mecanismo pelo qual o Pep. 47 promove a inibição da infectividade viral ainda permanece desconhecida. Assim, este projeto tem como objetivo investigar e compreender a atividade inibitória e mecanismos exercidos por peptídeos capazes de inibir a infectividade do DENV e ZIKV. Para atingir esses objetivos, propomos um estágio no Centro Médico Universitário de Groningen (UMCG), supervisionado pela professora Jolanda M. Smit, que possui experiência no estudo da dinâmica de entrada de vírus em células, bem como a influência de alguns inibidores no ciclo viral. No final do trabalho pretendemos encontrar e caracterizar os mecanismos inibitórios de peptídeos sintéticos derivados das proteínas E do DENV e ZIKV. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ARAUJO, SERGIO C.; PEREIRA, LENNON R.; ALVES, RUBENS P. S.; ANDREATA-SANTOS, ROBERT; KANNO, ALEX I.; FERREIRA, LUIS CARLOS S.; GONCALVES, VIVIANE M.. Anti-Flavivirus Vaccines: Review of the Present Situation and Perspectives of Subunit Vaccines Produced in Escherichia coli. VACCINES, v. 8, n. 3, . (18/24683-3, 16/20045-7, 16/23560-0, 19/18205-4, 15/02352-7)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.