Busca avançada
Ano de início
Entree

Infância negra em imagens: estudo de suas representações na cultura visual do Império e início da República

Processo: 19/09788-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2019
Vigência (Término): 30 de novembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia
Pesquisador responsável:Lilia Katri Moritz Schwarcz
Beneficiário:Marilia Bueno de Araujo Ariza
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Escravidão   Infância   Negros   Cultura visual   Identidade étnica   Império   República   Brasil

Resumo

O estudo ora proposto pretende investigar a construção simbólica da infância negra no Império e décadas iniciais da República, tendo em atenção as intersecções entre infância, escravidão e raça nas representações visuais do período. Valendo-se do aporte de uma literatura antropológica que problematiza concepções pretensamente universais de infância, bem como das reflexões desta disciplina acerca dos usos e significados das imagens que alimentam a compreensão da cultura visual como campo de imbricações entre visualidade e sociedade, o projeto toma as imagens de crianças negras como elementos próprios de seu tempo que propõem e articulam modos de ver e significar a infância próprios de seu tempo. Pretende-se, assim, compreender como tais crianças foram vistas e representadas num contexto que assistiu à lenta apropriação cultural de um modelo infantil moderno e europeu que alçava a infância à lugar de inédita importância simbólica. Atravessado por marcadores sociais que designavam a criança branca, masculina e burguesa como seu ideal, este modele conviveu no Brasil, com a existência outras infâncias, marcada pela escravidão e seus desdobramentos no pós-abolição. Considerando a possibilidade de que a criança negra tenha constituído o "Outro" do modelo infantil dominante, o projeto propõe investigar a construção estética da diferença social a partir da infância e suas representações. (AU)