Busca avançada
Ano de início
Entree

O equilíbrio trabalho-família no modelo home-office: satisfação conjugal, profissional em famílias biparentais

Processo: 19/09173-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2019
Vigência (Término): 31 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia do Trabalho e Organizacional
Pesquisador responsável:Sabrina Mazo D Affonseca
Beneficiário:Nathalia dos Santos Batista de Almeida
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Parentalidade   Satisfação no trabalho   Liberdade de trabalho   Teletrabalho   Coleta de dados   Inquéritos e questionários

Resumo

Modificações científicas, tecnológicas e culturais contemporâneas afetam a relação de equilíbrio entre a família e o trabalho de homens e mulheres. Entre elas estão, por exemplo, novas formas de trabalho, como o home-office que surgiu na década de 1970. Utilizando o modelo de equilíbrio trabalho-família de Barham e Vanalli (2012) o presente estudo tem como objetivo analisar a satisfação com o trabalho, a parentalidade e com a vida de homens e mulheres que trabalham na configuração Home-office e compõem uma família biparental. Os dados serão coletados online, via o Google Forms. Espera-se que homens apresentem níveis de satisfações maiores que as mulheres devido às expectativas sociais maiores de melhores desempenho das mulheres nos dois papéis, na família e home-office, mas que estas, por sua vez, estejam mais satisfeitas que àquelas que trabalham em lugares centralizados devido a maior flexibilidade entre as duas áreas proporcionadas pelo Home-office. (AU)