Busca avançada
Ano de início
Entree

Liberdade de expressão e internet na jurisprudência da corte europeia de direitos humanos

Processo: 19/19735-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2019
Vigência (Término): 31 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Direito - Direito Público
Pesquisador responsável:Lucas Catib de Laurentiis
Beneficiário:Chiara Prupere Giovaneti
Instituição-sede: Faculdade de Direito. Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-CAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Direitos humanos   Direitos fundamentais   Liberdade de expressão   Jurisprudência   Internet   Pesquisa bibliográfica   Análise de conteúdo

Resumo

O projeto de pesquisa aborda o conceito, os limites e as tensões geradas pelo direito fundamental à liberdade de expressão, tendo como foco a jurisprudência da Corte europeia de direitos humanos. No aspecto conceitual, o projeto investiga o conceito, os fundamentos teóricos que justificam a garantia constitucional desse direito constitucional e, finalmente, os limites incidentes sobre o exercício de tal direito fundamental. Sob essa perspectiva, o projeto se propõe a realizar uma revisão bibliográfica a respeito de textos clássicos que trataram do tema da liberdade de expressão. No que diz respeito aos limites dogmáticos de tal direito fundamental, serão analisados os detalhes e as características da proteção constitucional da liberdade de expressão. Aqui serão tematizadas questões como: quais são os titulares de tal direito fundamental, em que situações ele tem incidência, enfim, quais são as características específicas que o distinguem de outros direitos humanos. E ainda quanto a esse ponto, serão avaliadas as diferenças entre a proteção da liberdade de expressão conferida pela Convenção europeia de direitos humanos. A pesquisa será desenvolvida com base no método de análise documental, que busca inferir os contornos do direito fundamental em tematizado com base em decisões judiciais e suas fundamentações. Os resultados esperados com a pesquisa são a maior compreensão da jurisprudência internacional e latino-americana a respeito de tal matéria, assim como o desenvolvimento de análise crítica e propositiva a respeito das soluções encontradas pela Corte europeia para tratar do tema liberdade de expressão. (AU)