Busca avançada
Ano de início
Entree

A casa de opera de São Paulo no século XVIII: construção, usos e uma hipótese de reconstituição arquitetônica

Processo: 19/15892-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2019
Vigência (Término): 31 de março de 2020
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Fundamentos de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Paulo Roberto Masseran
Beneficiário:Lucas de Barros Alencar
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (FAAC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):História da arquitetura   História cultural   Preservação arquitetônica   História do Século XVIII

Resumo

Ainda persistem muitas dúvidas sobre a construção inicial da antiga Casa de Ópera de São Paulo. Sabe-se que teria sido edificada entre 1770 e 1790, mas a historiografia corrente, empreendida principalmente por cronistas, é plena de discordâncias e equívocos. As informações documentais não são numerosas e, ainda que pouco exploradas, podem conduzir a alguns avanços. Notadamente perceptível com a contraposição de documentos pertencentes ao Arquivo Histórico Municipal de São Paulo, no tocante à correta localização do teatro, da divisão fundiária da quadra onde ele se localizava e da estrutura arquitetônica do edifício. Assim, os objetivos deste trabalho de pesquisa são: a elaboração de uma hipótese de reconstituição arquitetônica do edifício do teatro, conforme a documentação pesquisada, de sua correta localização e o desvendamento dos seus principais usos durante o período de sua construção até, pelo menos, à época da Proclamação da Independência do Brasil que, conforme alguns autores, teria se realizado em suas dependências. A metodologia do trabalho é comparativa a partir da confrontação de documentos de diversas fontes: cartográfica, iconográfica, hemerográfica, bibliográfica e documentos oficiais.