Busca avançada
Ano de início
Entree

A Metadiegesis no canto de Orfeu: um estudo da multiplicação das vozes narrativas no livro X das Metamorfoses de Ovídio

Processo: 19/20619-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2019
Vigência (Término): 31 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literaturas Clássicas
Pesquisador responsável:Alexandre Pinheiro Hasegawa
Beneficiário:Clara Spalic Gonçalves
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Literatura latina   Narrativa   Gêneros literários

Resumo

Este projeto de pesquisa propõe uma análise do livro X das Metamorfoses de Ovídio que considere as particularidades da disposição e da multiplicação de vozes narrativas internas à referida seção e, ao mesmo tempo, proponha um olhar para o significado deste livro enquanto parte da obra. Para tal, levar-se-á em conta a questão genérica colocada no poema: trata-se de uma obra plural e fragmentária, que dificilmente se encaixa com tranquilidade exclusivamente na épica; é, antes, um todo plural onde a mistura de gêneros é constante, constituindo um jogo de tensões e complementariedades. Assim, as duas características centrais do livro X - o fato de a narração ser "cedida" a uma personagem, Orfeu, e o teor erótico das suas histórias - parecem contribuir no sentido de uma desestabilização da épica, tanto em termos de elocução quanto de matéria. Assim, a proposta é, primeiramente, um olhar detido para os mitos que compõe o livro em questão: seu encadeamento, as inter-relações entre eles e o peso de seu narrador, Orfeu, na seleção dos mitos e na maneira de abordá-los. Partindo dessa observação, serão investigados os pontos que aproximam e, sobretudo, os que distanciam o Orfeu narrador do narrador principal da obra, levando em consideração a fortuna crítica que toma esta seção como um momento programático das Metamorfoses, e a interpreta como uma miniatura da própria obra em sua inteireza.