Busca avançada
Ano de início
Entree

Qualidade de um Argissolo Vermelho Amarelo em implantação do sistema de semeadura direta

Processo: 19/21681-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2019
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Carolina dos Santos Batista Bonini
Beneficiário:Melissa Alexandre Santos
Supervisor no Exterior: Antonio Paz-Gonzalez
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Tecnológicas. Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Dracena. Dracena , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidade da Coruña (UDC), Espanha  
Vinculado à bolsa:17/20003-5 - Propriedades físicas de um argissolo vermelho amarelo em implantação do sistema de semeadura direta, BP.IC
Assunto(s):Matéria orgânica   Sustentabilidade   Manejo do solo

Resumo

Os sistemas agrícolas associados ao uso de equipamentos inadequados de preparo do solo resultam em rápida degradação do solo e consequentemente resultando em menores produtividades. O uso de forrageiras mais rústicas, como as do gênero Urochloa, tem amenizado o problema da degradação, porém, com a exploração frequente e inadequada desses solos, nem mesmo estas forrageiras têm alcançado um bom desenvolvimento nessas condições; tornando evidente a necessidade de estudos relacionados à recuperação de áreas degradadas. Essas áreas utilizadas para produção agrícola têm sido exploradas cada vez mais resultando em solos degradados e consequentemente refletindo em uma menor produtividade, uma vez que seus atributos físicos e químicos podem ser influenciados negativamente pelo mau uso do solo. O presente projeto tem como objetivo avaliar o efeito de cultivos consorciados entre soja e forrageiras tropicais nas alterações das propriedades físicas e químicas do solo e também avaliar os dados utilizando outras métodos matematicos de um Argissolo Vermelho Amarelo distrófico em sistema de semeadura direta. O experimento foi realizado na Faculdade de Ciências Agrárias e Tecnológicas - UNESP/FCAT, no município de Dracena/SP, com delineamento experimental em blocos ao acaso, com quatro repetições, em esquema fatorial 4x2, sendo considerados quatro níveis do fator SPD, compostos por quatro tratamentos principais e dois tratamentos secundários, sendo eles: 1 - Testemunha com plantio convencional de soja; 2 - Plantio direto de soja com forragem de Uroclhoa Ruziziensis; 3 - Plantio direto de soja com forragem de Uroclhoa Brizantha cv. Paiaguás; 4 - Plantio direto de soja com forragem de Uroclhoa Brizantha cv. Piatã; As subparcelas serão diferentes adubações, descritas a seguir: 1 - com adubação potássica de cobertura com humics e 2 - com adubação potássica de cobertura + Heringer® Humics. As avaliações que ja foram realizadas são: estabilidade de agregados, porosidade do solo, infiltração de agua, resistência mecânica a penetração, umidade do solo e a produção da cultura. As análises de solo foram feitas em três camadas do solo, de 0,00-0,10; 0,10-0,20 e 0,20-0,40 m. Ainda pretende avaliar na Universidade da Coruna o fracionamento de matéria orgânica por infravermelhos e a porosimetria com intrusão de mercúrio. Os resultados serão analisados efetuando-se a análise de variância, correlação simples e contrastes a 5 % de probabilidade para a comparação de médias. E também será utilizado a analise multifractal.