Busca avançada
Ano de início
Entree

Qualidade de um argissolo vermelho amarelo em implantação do sistema de semeadura direta

Processo: 19/21681-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2019
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Carolina dos Santos Batista Bonini
Beneficiário:Melissa Alexandre Santos
Supervisor no Exterior: Antonio Paz-González
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Tecnológicas. Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Dracena. Dracena , SP, Brasil
Local de pesquisa: Universidade da Coruña (UDC), Espanha  
Vinculado à bolsa:17/20003-5 - Propriedades físicas de um argissolo vermelho amarelo em implantação do sistema de semeadura direta, BP.IC
Assunto(s):Sustentabilidade   Equipamentos agrícolas   Preparo do solo   Manejo do solo   Matéria orgânica   Plantas forrageiras   Argissolos   Semeadura direta

Resumo

Os sistemas agrícolas associados ao uso de equipamentos inadequados de preparo do solo resultam em rápida degradação do solo e consequentemente resultando em menores produtividades. O uso de forrageiras mais rústicas, como as do gênero Urochloa, tem amenizado o problema da degradação, porém, com a exploração frequente e inadequada desses solos, nem mesmo estas forrageiras têm alcançado um bom desenvolvimento nessas condições; tornando evidente a necessidade de estudos relacionados à recuperação de áreas degradadas. Essas áreas utilizadas para produção agrícola têm sido exploradas cada vez mais resultando em solos degradados e consequentemente refletindo em uma menor produtividade, uma vez que seus atributos físicos e químicos podem ser influenciados negativamente pelo mau uso do solo. O presente projeto tem como objetivo avaliar o efeito de cultivos consorciados entre soja e forrageiras tropicais nas alterações das propriedades físicas e químicas do solo e também avaliar os dados utilizando outras métodos matemáticos de um Argissolo Vermelho Amarelo distrófico em sistema de semeadura direta. O experimento foi realizado na Faculdade de Ciências Agrárias e Tecnológicas - UNESP/FCAT, no município de Dracena/SP, com delineamento experimental em blocos ao acaso, com quatro repetições, em esquema fatorial 4x2, sendo considerados quatro níveis do fator SPD, compostos por quatro tratamentos principais e dois tratamentos secundários, sendo eles: 1 - Testemunha com plantio convencional de soja; 2 - Plantio direto de soja com forragem de Uroclhoa Ruziziensis; 3 - Plantio direto de soja com forragem de Uroclhoa Brizantha cv. Paiaguás; 4 - Plantio direto de soja com forragem de Uroclhoa Brizantha cv. Piatã; As subparcelas serão diferentes adubações, descritas a seguir: 1 - com adubação potássica de cobertura com humics e 2 - com adubação potássica de cobertura + Heringer® Humics. As avaliações que já foram realizadas são: estabilidade de agregados, porosidade do solo, infiltração de água, resistência mecânica a penetração, umidade do solo e a produção da cultura. As análises de solo foram feitas em três camadas do solo, de 0,00-0,10; 0,10-0,20 e 0,20-0,40 m. Ainda pretende avaliar na Universidade da Coruna o fracionamento de matéria orgânica por infravermelhos e a porosimetria com intrusão de mercúrio. Os resultados serão analisados efetuando-se a análise de variância, correlação simples e contrastes a 5 % de probabilidade para a comparação de médias. E também será utilizado a analise multifractal. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)