Busca avançada
Ano de início
Entree

Uma abordagem funcional para os enunciados de estilo telegráfico: contribuições para estudo da relação entre pensamento e linguagem

Processo: 19/24150-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 02 de março de 2020
Vigência (Término): 01 de março de 2021
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Pesquisador responsável:Rosana Do Carmo Novaes Pinto
Beneficiário:Arnaldo Rodrigues de Lima
Supervisor no Exterior: Mathilde Eveline Keizer
Instituição-sede: Instituto de Estudos da Linguagem (IEL). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Vienna, Áustria  
Vinculado à bolsa:17/26777-2 - Estudo neurolinguístico da produção de enunciados de estilo telegráfico nas Afasias: o desafio de compreender as variações inter-e intra-casos, BP.DR
Assunto(s):Neurolinguística

Resumo

Esta proposta BEPE está relacionada ao projeto: "Estudo neurolinguístico da produção de enunciados de estilo telegráfico nas afasias: o desafio de compreender as variações inter e intra-casos". E compõe, portanto, uma pesquisa mais ampla realizada no Instituto de Estudos da Linguagem da Universidade de Campinas e é abrigada pelo Grupo de Estudos da Linguagem no Envelhecimento e nas Patologias (IEL / UNICAMP / GELEP). O agramatismo é um dos tipos de afasia mais estudados no campo da Neurolinguística e é descrito, mais especificamente, pela presença da chamada fala telegráfica. O termo agramatismo, mesmo se tomado como uma síndrome ou como um sintoma, aponta para a crença de que os aspectos gramaticais estão severamente impactados e enfatiza as perdas na linguagem verbal, especialmente as ausências de elementos funcionais, tais como: preposições, artigos, conjunções, bem como morfologia flexional e derivacional. Tradicionalmente, a instabilidade com os recursos gramaticais tem sido explicada e abordada por diferentes hipóteses baseadas em teorias linguísticas formais. No entanto, os estudos mais recentes têm investigado o fenômeno sob uma abordagem psicolinguística e neurolinguística que considera, sobretudo, o processo envolvido na produção de enunciados. Essas perspectivas postulam que aspectos gramaticais e cognitivos estão estritamente interconectados. Considerando esse contexto teórico, esta proposta de pesquisa tem como objetivo investigar a relação entre pensamento e linguagem (ou ainda, linguagem e cognição) através da análise de enunciados de estilo telegráfico, produzidos por sujeitos afásicos considerados não-fluentes. A principal contribuição dessa proposta está na tentativa de articular os pressupostos da Gramática Funcional do Discurso (GFD) com os aspectos teórico-metodológicos que norteiam a investigação realizada pela Neurolinguística enunciativo-discursiva que é fundamentada pelas abordagens sócio-histórico-culturais. Por fim, consideramos que essa articulação possibilita uma abordagem inovadora para melhor compreender o funcionamento linguístico-cognitivo, tanto em estados normais quanto nas patologias.