Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo metabolômico de plantas brasileiras usadas no tratamento de doenças crônicas

Processo: 19/18673-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 20 de janeiro de 2020
Vigência (Término): 19 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Wagner Vilegas
Beneficiário:Ana Caroline Zanatta Silva
Supervisor no Exterior: Ruangelie Edrada-Ebel
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB-CLP). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental do Litoral Paulista. São Vicente , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Strathclyde, Escócia  
Vinculado à bolsa:16/21044-4 - Padronização de fitopreparados para o tratamento de doenças crônicas, BP.DR
Assunto(s):Anti-inflamatórios   Química de produtos naturais

Resumo

A úlcera péptica é uma doença comum que prevalece em todo o mundo e afeta um grande número de pessoas. O uso continuado de medicamentos na terapia anti-úlcera geralmente produz vários efeitos colaterais. O presente projeto foi elaborado como parte dos esforços para desenvolver um tratamento eficiente, capaz de garantir efeitos farmacológicos essencialmente mais efetivos para os pacientes que enfrentam a necessidade de continuar usando medicamentos para fins terapêuticos. O projeto tem como objetivo empregar a abordagem metabolômica como ferramenta necessária para o controle e autenticação de qualidade dos extratos / fitopreparações Byrsonima intermedia, Serjania marginata e Terminalia catappa, que serão utilizados no tratamento de doenças crônicas. Com relação à execução do projeto, o controle de qualidade das espécies investigadas será avaliado utilizando técnicas analíticas avançadas [UHPLC-DAD- (ESI) -HRMS e RMN], análises estatísticas multivariadas e a integração de abordagens biológicas ortogonais; essas técnicas serão utilizadas para avaliar um a composição química e as variáveis ambientais e para entender melhor os efeitos dos metabólitos com atividade anti-inflamatória nos extratos vegetais de B. intermedia, S. marginata e T. catappa. A abordagem metabolômica é empregada com o objetivo de garantir uma análise mais seletiva, rápida e eficiente das composições químicas das espécies B. intermedia, S. marginata e T. catappa.