Busca avançada
Ano de início
Entree

O uso de marcadores moleculares na investigação de polidomia em uma formiga do Cerrado, Camponotus leydigi (Formicidae: Formicinae)

Processo: 19/12683-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2019
Vigência (Término): 31 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Pesquisador responsável:Paulo Sergio Moreira Carvalho de Oliveira
Beneficiário:Salatiel Gonçalves Neto
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Ecologia molecular   Comportamento social animal   Insetos sociais   Colônias de animais   Formicidae   Cerrado   Repetições de microssatélites

Resumo

Camponotus leydigi (Forel) é uma formiga amplamente distribuída na região Neotropical e frequentemente encontrada no Cerrado, onde realiza importantes interações com plantas e outros insetos. Estudos prévios de campo sugerem que as colônias dessas formigas sejam polidômicas, com múltiplos subninhos separados fisicamente, mas socialmente conectados. Esta característica está diretamente relacionada com o sucesso ecológico das colônias no cerrado. Para a definição de uma colônia polidômica se faz necessário o uso de diferentes abordagens, incluindo análises comportamentais e espaciais (tráfico de indivíduos entre subninhos), bem como evidências genéticas que comprovem o parentesco entre operárias de diferentes subninhos. Dados comportamentais e espaciais de campo sugerem fortemente a ocorrência de polidomia em C. leydigi. Assim, este projeto tem por objetivo desenvolver marcadores microssatélites para C. leydigi visando obter evidências moleculares que complementem os dados ecológicos e confirmem a ocorrência de polidomia em colônias de C. leydigi. Para o desenvolvimento dos marcadores foi utilizado a estratégia da biblioteca enriquecida, na qual são empregados oligonucleotídeos biotinolados, posteriormente recuperados por esferas magnéticas ligadas à estreptavidina. Testaremos ainda se marcadores microssatélites previamente desenvolvidos para C. renggeri e C. rufipes amplificam e são satisfatoriamente polimórficos para C. leydigi. Os dados serão analisados com ferramentas de genética de populações, incluindo abordagens frequentistas e bayesianas. Por fim, este trabalho também disponibilizará ferramentas moleculares que permitirão estudos futuros com genética de populações de formigas do gênero Camponotus no Cerrado. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GONCALVES-NETO, SALATIEL; AZEVEDO-SILVA, MARIANNE; LEMOS, ALESSANDRA S. M.; SOUZA, ANETE P.; OLIVEIRA, PAULO S. Microsatellites for the Neotropical ant, Camponotus leydigi (Hymenoptera: Formicidae). ENTOMOLOGICAL SCIENCE, DEC 2020. Citações Web of Science: 0.
LEMOS, ALESSANDRA S. M.; AZEVEDO-SILVA, MARIANNE; GONCALVES-NETO, SALATIEL; SOUZA, ANETE P.; OLIVEIRA, PAULO S. Microsatellites for the Neotropical Ant, Odontomachus chelifer (Hymenoptera: Formicidae). JOURNAL OF INSECT SCIENCE, v. 20, n. 5 OCT 24 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.