Busca avançada
Ano de início
Entree

Uso da alta temperatura e da caleação para tratamento de areia contaminada por ovos de Toxocara canis

Processo: 19/13568-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2019
Vigência (Término): 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Vamilton Alvares Santarém
Beneficiário:Isabele Santos Garcia
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias. Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Parasitologia   Zoonoses   Poluição ambiental   Controle   Larva migrans   Toxocara canis

Resumo

A toxocaríase é uma importante geozoonose, causada pela migração tecidual de larvas de Toxocara canis, e transmitida ao homem principalmente pela ingestão acidental de ovos embrionados presentes em areia. Embora várias medidas profiláticas sejam recomendadas para reduzir a contaminação ambiental por ovos de Toxocara spp., o tratamento de areia por agentes físico-químicos é uma alternativa de controle pouco estudada. O presente estudo tem como objetivo avaliar a eficácia da higienização da areia por tratamento térmico ou pela caleação utilizando amostras de areia contaminadas artificialmente com ovos de Toxocara canis (n = 100). Para a realização do tratamento térmico as amostras serão submetidas a duas temperaturas diferentes (70ºC ou 80ºC). No tratamento pela caleação, serão utilizadas duas concentrações de cal hidratada (30% e 50%) em relação à matéria seca da areia. A análise das amostras ocorrerá 24 horas, 30 e 60 dias após o tratamento, quando os ovos serão recuperados do solo através de uma técnica de centrifugo-sedimentação, após filtragem seriada em tamises de diferentes diâmetros (300, 212, 106 e 38 µm). Os ovos serão classificados quanto às suas características morfológicas após o tratamento. A eficiência dos processos de higienização será avaliada levando-se em consideração os ovos recuperados nas amostras tratadas e nas do grupo controle positivo (contaminado com 100 ovos e sem tratamento; n = 2).