Busca avançada
Ano de início
Entree

Perfil epigenético e fenótipo mitocondrial da prole aos 21 dias de vida proveniente de mães obesas alimentadas com diferentes tipos de ácidos graxos durante a gestação e lactação

Processo: 19/09359-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2019
Vigência (Término): 30 de novembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Luciana Pellegrini Pisani
Beneficiário:Laís Vales Mennitti
Instituição-sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Assunto(s):Ácidos graxos   Desenvolvimento fetal

Resumo

A incidência global de obesidade e doenças associadas têm aumentado drasticamente nas últimas décadas, inclusive entre mulheres em idade reprodutiva. O estado nutricional e os hábitos alimentares maternos têm sido fortemente associados com o risco para o desenvolvimento de distúrbios metabólicos nos descendentes ao longo da vida, provavelmente devido à programação fetal e regulação epigenética. Nesse sentido, a presente proposta tem como objetivo avaliar a expressão do miR-34a, o perfil epigenético, o fenótipo mitocondrial e a termogênese dos descendentes com 21 dias de vida provenientes de mães com obesidade pré-gestacional alimentadas com diferentes tipos de ácidos graxos durante a gestação e lactação. Para tanto, avaliaremos nos filhotes machos com 21 dias de vida: evolução do peso corporal; comprimento; soma dos tecidos adiposos brancos; peso relativo do fígado, tecido adiposo marrom e tecidos adiposos brancos; concentrações séricas de triacilglicerol, glicose, colesterol total, HDL, LDL e ácidos graxos livres; conteúdo de triacilglicerol no tecido hepático; expressão do miR-34a; metilação global do DNA; atividade da enzima HDAC; expressão proteica de DNMT1, DNMT3a, DNMT3b, MeCP2, OXPHOS, p-AMPK, SIRT1, PGC-1± e UCP-1; conteúdo de IL-6, TNF-± e IL-10; e conteúdo de DNA mitocondrial. De forma geral, acreditamos que o consumo materno de dietas equilibradas e que atinjam as recomendações nutricionais para essa fase da vida, seja um ponto determinante para a atenuação dos efeitos causados pela obesidade pré-gestacional no estado metabólico e epigenético dos descendentes ao longo da vida.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE SOUZA MESQUITA, LEONARDO M.; MENNITTI, V, LAIS; DE ROSSO, VERIDIANA V.; PISANI, LUCIANA P. The role of vitamin A and its pro-vitamin carotenoids in fetal and neonatal programming: gaps in knowledge and metabolic pathways. NUTRITION REVIEWS, v. 79, n. 1, p. 76-87, JAN 2021. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.