Busca avançada
Ano de início
Entree

Escritoras transatlânticas: as narrativas de viagem de Maria Graham e Ida Pfeiffer sobre o Brasil e o Chile

Processo: 19/16502-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2019
Vigência (Término): 30 de novembro de 2021
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literaturas Estrangeiras Modernas
Pesquisador responsável:Sandra Guardini Teixeira Vasconcelos
Beneficiário:Julia Braga Neves
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Narrativa   Viagens   Colonialismo   Iluminismo   Escritores   Brasil   Chile

Resumo

Este projeto pretende analisar os relatos de viagem da inglesa Maria Graham e da austríaca Ida Pfeiffer sobre o Brasil e o Chile, tendo como foco as representações da história e da cultura desses países em suas narrativas, principalmente no que tange suas percepções sobre a escravidão, as mulheres locais e as relações coloniais dos países sul-americanos com a Europa. Trata-se de narrativas de viagens que foram produzidas nas primeiras décadas do século XIX, pois Graham visitou o Brasil e o Chile entre 1821 e 1823 e Pfeiffer, em 1846. Este projeto também tem como objetivo pensar as obras de Graham e Pfeiffer à luz de teorias de gênero em narrativas de viagens e dentro de um contexto mais abrangente das relações coloniais britânicas e austríacas e do pensamento iluminista de ambos os países, refletindo sobre as práticas coloniais que emergem em suas descrições sobre o Brasil e sobre o Chile e como estas formam subjetividades europeias nas metrópoles. Para tal, trabalhar-se-á com as obras Journal of a Voyage to Brazil e Journal of a Residence in Chile, de Graham, e Eine Frau fährt um die Welt (Uma mulher viaja ao redor do mundo), de Pfeiffer. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
JÚLIA BRAGA NEVES. Movimento e estagnação em Controle, de Natalia Borges Polesso. Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea, n. 61, p. -, 2020.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.