Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da suplementação de casca de jabuticaba (Plinia jaboticaba) no perfil metabólico de indivíduos obesos pré-diabéticos: ensaio clínico randomizado, duplo cego, placebo controlado

Processo: 19/12244-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2020
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Mário Roberto Maróstica Junior
Beneficiário:Marina Vilar Geraldi
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/50333-1 - Cobra: nova plataforma de descoberta de compostos para identificação rápida e de baixo custo de bioativo com efeitos benéficos originários de plantas brasileiras, AP.TEM
Assunto(s):Jabuticaba   Cascas (planta)   Antioxidantes   Obesidade   Diabetes mellitus   Homeostase   Carga glicêmica   Ensaio clínico controlado aleatório   Método duplo-cego   Placebos

Resumo

A jabuticaba (Plinia jaboticaba) é uma fruta nativa brasileira, fonte reconhecida de compostos fenólicos, presentes principalmente em sua casca. Estudos anteriores demonstraram que a farinha da casca de jabuticaba apresenta capacidade de aumentar o potencial antioxidante, promover benefícios contra o estresse oxidativo, proteção contra a resistência à insulina, melhora do perfil lipídico, além de apresentar propriedade anti-mutagênica em estudos in vivo. O objetivo do projeto é avaliar o efeito do consumo da farinha da casa de jabuticaba na homeostase glicemica, perfil lipídico e inflamatório, assim como avaliar alterações metabolômicas em indivíduos obesos e pré-diabéticos. Em um estudo clínico randomizado, duplo-cego e placebo controlado, indivíduos do grupo intervenção receberão farinha de casca de jabuticaba (500 mg de polifenóis) por 8 semanas. Antes e após 8 semanas, os participantes deverão comparecer ao centro clínico para realizar coleta basal e estudo pós-prandial. Amostras de sangue venoso serão coletadas em jejum (0) e aos 30, 60, 120 e 180 min após consumo da refeição padrão, sendo dosados glicose, insulina e GLP-1. Além disso, serão coletadas medidas antropométricas e realizada a avaliação da composição corporal, taxa metabólica basal; e perfis lipídico, inflamatório, hepático, renal e glicêmico basais. Análise de biomarcadores no plasma, urina e metabolitos da pele será realizado por espectrometria de massas. O efeito da suplementação de casca de jabuticaba em indivíduos pré-diabéticos poderá contribuir para a investigação do manejo da Obesidade, prevenção da progressão do diabetes e melhora da condição metabólica. Este estudo será o primeiro ensaio clínico com suplementação crônica de casca de jabuticaba a ser realizado com indivíduos obesos pré-diabéticos. (AU)