Busca avançada
Ano de início
Entree

Estimativa do Balanço de Gases de Efeito estufa da Amazônia a partir de concentrações atmosféricas utilizando o Modelo Inverso de Transporte Atmosférico TOMCAT

Processo: 19/23654-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2021
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências
Pesquisador responsável:Luciana Vanni Gatti
Beneficiário:Luana Santamaria Basso
Supervisor no Exterior: Emanuel Gloor
Instituição-sede: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Leeds, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:18/14006-4 - Estimativa dos Balanços de Gases de Efeito estufa da Amazonia utilizando Modelo Inverso de Transporte Atmosférico, BP.PD
Assunto(s):Gases do efeito estufa   Dióxido de carbono   Amazônia

Resumo

Esta proposta de BEPE está vinculada ao projeto de pós-doutorado da candidata (processo número 2018/18493-7) que está em andamento. O objetivo científico deste projeto principal é estimar o balanço de gases de efeito estufa (GEE) na Amazônia ao longo de um período de aproximadamente uma década e relacionar a variação interanual observada à ocorrência de anomalias climáticas, mudanças climáticas e alterações humanas da superfície terrestre. Em geral, essa abordagem consiste em medir as concentrações de GEE usando perfis verticais de aviões na Amazônia. A partir dos gradientes de concentração dessa região, os fluxos de GEE podem ser estimados. Uma abordagem mais precisa das contribuições de emissão/absorção na região de estudo é possível se conseguirmos modelar o transporte atmosférico. O objetivo deste projeto de estágio e pesquisa no exterior é, portanto, incluir as medições de perfil vertical da Amazônia em um modelo de transporte, o modelo inverso de transporte atmosférico TOMCAT 3D. O principal objetivo da adoção dessa ferramenta será estimar os fluxos de GEE da Amazônia desde 2010 e, possivelmente, entender as principais variáveis que contribuem para esse balanço. Esta proposta de BEPE apoiará a execução do projeto de pós-doutorado atualmente em vigência, ajudando a candidata na execução e aplicação do modelo inverso e avançado de transporte TOMCAT, desenvolvido e constantemente aprimorado na Universidade de Leeds, no laboratório da Dra. Luciana Gatti (localizado no INPE, São José dos Campos), e aplicá-lo aos dados de concentração de GEE da Amazônia. Considerando que o modelo TOMCAT atualmente é executado apenas na Universidade de Leeds, será necessária como próxima etapa, trabalhar em conjunto com o Dr. Emanuel Gloor e o grupo de desenvolvimento do modelo em Leeds (Reino Unido), Dr. Chris Wilson e Dr. Martyn Chipperfield. A permanência da candidata em Leeds por 1 ano permitirá que ela trabalhe em parceria com este grupo e seja treinada na execução e aplicação do modelo, além de estabelecer as necessidades para a instalação subsequente do modelo no LaGEE, localizado no INPE em São José Campos, conforme proposto nos objetivos iniciais do projeto de pós-doutorado em vigência.