Busca avançada
Ano de início
Entree

Rota metabólica de agrotóxicos em abelhas

Processo: 19/20109-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2019
Vigência (Término): 31 de outubro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Fisiologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Osmar Malaspina
Beneficiário:Daiana Antonia Tavares
Instituição-sede: Centro de Estudos de Insetos Sociais (CEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/21097-3 - Interações abelha-agricultura: perspectivas para a utilização sustentável, AP.TEM
Assunto(s):Agricultura   Polinizadores   Ecotoxicologia

Resumo

A espécie Apis mellifera (Hymenoptera: Apidae) é amplamente conhecidas, por serem eficientes polinizadores de culturas, pela comercialização de produtos apícolas, como também pelas já conhecidas técnicas de criação e manejo. No entanto, além desta espécie, as abelhas sem ferrão merecem atenção neste contexto, uma vez que podem realizar a polinização igualmente ou até mesmo de maneira mais eficiente. Ao forragearem em áreas agrícolas, as abelhas podem ser contaminadas pelo contato direto com os agrotóxicos, principalmente na época de florada das culturas quando esses insetos intensificam suas visitas. Apesar de muitos estudos referentes à mortalidade e efeitos etais, pouco se sabe sobre os efeitos subletais desses agrotóxicos sobre as abelhas. Há poucos estudos relacionados à citoxicidade de órgãos não-alvo e à rota de metabolização dos compostos após ingeridos pela abelha, como intestino e túbulos de Malpighi, responsáveis pela digestão e absorção, e excreção, respectivamente. Um método eficiente para identificar alterações fisiológicas nas células é o uso de marcadores celulares e bioquímicos que podem ser proteínas de proteção celular, de estresse celular ou proteínas relacionadas à morte celular. Desta maneira, os objetivos deste projeto são avalias as possíveis alterações causadas pela exposição à diferentes agrotóxicos e seus impactos na expressão e atividade das enzimas de desintoxicação.