Busca avançada
Ano de início
Entree

Aerogéis condutores baseados em nanocelulose para aplicações termoelétricas

Processo: 19/24009-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 28 de fevereiro de 2020
Vigência (Término): 27 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Processos Industriais de Engenharia Química
Pesquisador responsável:Cristiane Sanchez Farinas
Beneficiário:Stanley Endrigo Bilatto Rodrigues
Supervisor no Exterior: Stuart John Rowan
Instituição-sede: Embrapa Instrumentação Agropecuária. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Brasil). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Chicago, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:18/10899-4 - Aproveitamento da biomassa lignocelulósica residual do processamento de etanol 2G para obtenção de nanocelulose via rota enzimática, BP.PD
Assunto(s):Polímeros

Resumo

Dispositivos termoelétricos convertem calor e eletricidade, levando a tecnologias de energia mais sustentáveis, limpas e seguras. Os materiais termoelétricos tradicionais utilizam compostos inorgânicos com elevado custo, de baixa abundância natural e geralmente restritos por geometrias rígidas. Aerogéis de nanocelulose podem apresentar alta porosidade, resultando em isolantes térmicos excepcionais e, em combinação com polímeros condutores, apresentam potencial aplicação para o desenvolvimento de tecnologias ambientalmente amigáveis na geração e conversão de energia como materiais termoelétricos. A presente proposta visa desenvolver aerogéis de nanocelulose recobertos com polímeros condutores dopados com pontos quânticos de grafeno, para construir dispositivos termoelétricos com operação silenciosa, facilmente sintetizados, estáveis ao ar, com boa flexibilidade, facilidade de fabricação e vida útil relativamente longa.