Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da expressão do miR-29b na doença de Peyronie

Processo: 19/19139-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2019
Vigência (Término): 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Sabrina Thalita dos Reis Faria
Beneficiário:Vinicius Genuino dos Santos
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Urologia   Induração peniana   Expressão gênica   MicroRNAs   Processos biológicos

Resumo

A doença de Peyronie (DP) é uma doença que acomete cerca de 13,1% de toda população mundial masculina, sendo maior evidenciada em homens com mais de 50 anos. A doença se caracteriza pela formação de placas fibrosas na túnica albugínea do pênis e têm como principais sinais e sintomas a dor, a disfunção erétil e a deformação peniana. A teoria mais aceita até hoje é que a doença ocorre por microtraumas no pênis de homens com predisposição a fibrose. A formação da placa fibrosa é dividida em três processos, conhecidos como fase I, II e III. Durante a fase I há um processo inflamatório agudo, já a fase II é conhecida pela grande deposição de colágeno que terá sua remodelação na fase III da doença. Atualmente, existem poucas terapias eficazes para a DP principalmente por não se compreender totalmente seus mecanismos moleculares. Sendo assim, o estudo dos micros RNA (miRNA) podem ser fundamentais para o melhor entendimento da doença. Os miRNA são moléculas endógenas, de 19 a 25 nucleotídeos, conhecidos pela sua função de regulação pós transcricional do RNA mensageiro. A família do miR-29, consiste em três membros, o miR-29a, miR-29b e miR-29c, que são conhecidos por seu papel de regulação da matriz extracelular (MEC). Há uma grande importância da família desses miRNA no processo anti-fibrótico, especialmente do miRNA-29b. O miR-29b possui um papel regulatório na inibição dos colágenos presentes na MEC (COL1A1, COL1A2, COL4A1, COL5A1, COL5A2 e COL3A1) e foi descrito também como inibidor do gene codificador do TGF-². Dessa forma, esse projeto visa avaliar a expressão do miR-29b presentes em amostras de tecidos de pacientes com a doença, já que se sabe que esse miRNA está envolvido amplamente em processos biológicos anti-fibrótico. Para análise de expressão gênica do miRNA será utilizada a técnica de PCR em tempo real quantitativo (qRT-PCR).

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DOS SANTOS, VINICIUS GENUINO; DOS SANTOS, GABRIEL ARANTES; NETO, CRISTOVAO BARBOSA; VIANA, NAYARA IZABEL; PIMENTA, RUAN; GUIMARAES, VANESSA RIBEIRO; CANDIDO, PATRICIA; ROMAO, POLIANA; DE CAMARGO, JULIANA A.; LEITE, KATIA RAMOS MOREIRA; et al. Downregulation of miR-29b is associated with Peyronie's disease. UROLOGIA JOURNAL, . (19/19139-5)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.