Busca avançada
Ano de início
Entree

Nanocarreador lipídico revestido com polímero aplicado na veiculação de agentes terapêuticos para o diagnóstico e o tratamento de patologias do sistema nervoso central via administração intranasal

Processo: 18/17911-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2020
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacotecnia
Pesquisador responsável:Antonio Claudio Tedesco
Beneficiário:Hellen Franciane Gonçalves Barbosa
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Nanotecnologia   Carreadores lipídicos nanoestruturados   Nanopartículas lipídicas sólidas   Sistema nervoso central   Administração intranasal   Agentes terapêuticos   Fármacos fotossensibilizantes   Quitosana   Neoplasias de cabeça e pescoço   Glioblastoma

Resumo

Esse estudo visa o diagnóstico e/ou tratamento de patologias do Sistema Nervoso Central (SNC), como Esquizofrenia, Parkinson, Alzheimer e um tipo agressivo de neoplasia o Câncer de Cabeça de Grau IV Glioblastoma Multiforme (GBM), tais patologias requerem a liberação de ativos no cérebro para viabilizar o tratamento. O transporte até essa região ainda é um desafio, devido à natureza impermeável da membrana endotelial que separa a circulação sistêmica e líquido intersticial central, a barreira hematoencefálica. Uma abordagem recente propõe utilizar a via da mucosa intranasal, como um caminho alternativo ao SNC. Essa via de administração têm recebido bastante destaque, pois não é invasiva e permite que os compostos sejam liberados de forma eficiente quando encapsulados em nanocarreadores lipídicos especialmente os que apresentam em sua superfície espécies catiônicas, como o biopolímero a quitosana. Neste trabalho propõe-se a preparação de Nanopartículas Lipídicas Sólidas (NLS) e Carreador Lipídico Nanoestruturado (CLN) revestidos com polímeros catiônicos para a liberação de agentes terapêuticos, fármacos fotossensibilizantes como a ftalocianina de cloro alumínio (ClALPc) bem como agentes biológicos os siRNAs. Portanto, o objetivo desse projeto é investigar a eficiência da a administração via intranasal de fármacos fotossensibilizantes ativos no tratamento fotoquímico-terapêutico e também de peptídeos como os siRNAs que são capazes de silenciar uma expressão genética específica ao desencadear a clivagem de um mRNA alvo. Dessa forma, a originalidade do trabalho está na escolha do tipo de ativo a ser investigado (fármacos fotossensíveis e os siRNA) e consequentemente avaliar a eficiência de sistemas como os nanocarreadores lipídicos revestidos para esses ativos. Portanto, pretende-se diagnosticar e modular a liberação desses agentes terapêuticos para o diagnóstico e tratamento de patologias do SNC como o GBM grau IV e assim propor uma promissora e original abordagem para o tratamento de patologias neurodegenerativas do SNC. (AU)