Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel de anticorpos anti-ZIKV na modulação da variabilidade genética intra-hospedeiro de DENV-2

Processo: 19/21711-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2020
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Maurício Lacerda Nogueira
Beneficiário:Beatriz de Carvalho Marques
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Virologia   Anticorpos antivirais   Variação genética   Dengue   Vírus Zika

Resumo

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que as doenças transmitidas por vetores constituem mais de 17% de todas as doenças infecciosas, causando 700.000 mortes por ano. Dentre essas doenças, as arboviroses consistem em infecções virais transmitidas por vetores artrópodes em ciclos de transmissão entre o vírus, um hospedeiro invertebrado e um vertebrado. A Dengue é uma arbovirose sistêmica aguda responsável por causar cerca de 390 milhões de infecções anualmente. O Vírus Zika é outro arbovírus responsável por gerar uma importante preocupação para a saúde pública global. A variação genética intra-hospedeiro dos arbovírus ainda não é muito clara, tornando-se necessário entender as forças evolutivas que moldam as populações virais e a dinâmica populacional existente para a sua transmissão entre os indivíduos. Assim, o objetivo geral deste projeto consiste em avaliar a variabilidade genética intra-hospedeiro do sorotipo 2 do vírus da Dengue em pacientes com doença aguda que apresentam sorologia positiva contra o Vírus Zika. A descoberta desses processos ajudará a entender como os vírus geram novas variantes antigênicas, desenvolvem novas rotas de transmissão e emergem em novos hospedeiros, assim como a entender à evasão imunológica, fornecendo novas perspectivas na avaliação da infecção, patogênese da doença, vacina ou eficácia terapêutica em indivíduos com Dengue ou outras infecções virais relacionadas como a febre do Zika. A execução e as conclusões desse projeto permitirão publicações de interesse mundial, sendo que as técnicas experimentais a serem realizados, somados às diversas colaborações científicas que o projeto permite, corroboram a exequibilidade e a multidisciplinaridade dos estudos ao nível de doutorado. (AU)