Busca avançada
Ano de início
Entree

Desafio de genes alvos para silenciamento gênico em Brevipalpus yothersi, via estratégia de RNA interferente (RNAi)

Processo: 19/22549-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2019
Vigência (Término): 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Valdenice Moreira Novelli
Beneficiário:Rafaela Taynara Vian
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Acarologia   Brevipalpus yothersi   Leprose   Interferência de RNA   Genes alvo   Inativação gênica   Controle de doenças

Resumo

Existem diversas doenças que podem prejudicar drasticamente os pomares de citros no Brasil. Entre estas doenças, a leprose é a de causa viral mais preocupante na atualidade, pois, afeta principalmente as laranjas doce (Citrus sinensis L. Osbeck), extensivamente cultivadas para produção de suco destinado à exportação. Ácaros do gênero Brevipalpus são reconhecidos como vetores do agente etiológico mais comum da leprose - o citrus leprosis virus (CiLV-C, Cilevirus). Portanto, estes ácaros são os principais alvos de controle e manejo da doença no campo via aplicação de acaricidas. Visando formas sustentáveis, com menor custo e riscos ambientais, alternativas para este controle vêm sendo estudadas. Dentre estas, o silenciamento de genes através do mecanismo de RNA interferente (RNAi) tem se mostrado uma estratégia promissora e com resultados positivos de aplicação para controle de artrópodes vetores, porém ainda pouco explorada para ácaros. Em continuidade aos trabalhos já iniciados no Centro de Citricultura "Sylvio Moreira"-IAC (CCSM-IAC), o objetivo principal desse trabalho será analisar os efeitos de silenciamento gênico de alvos previamente selecionados como promissores para controle do ácaro da leprose. Os ácaros serão avaliados após tratamento com dsRNA-alvos quanto aos níveis de expressão dos genes e aos parâmetros biológicos (comportamento e mortalidade). A expectativa será estabelecer alvos de silenciamento gênico que possam ser estudados e investidos como estratégia futura para controle do ácaro e, consequentemente, manejo da leprose dos citros.