Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de sensor eletroquímico para a detecção de óxido nítrico

Processo: 19/23206-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2019
Vigência (Término): 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Mauro Bertotti
Beneficiário:Ana Caroline Belarmino Barros
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/08782-1 - Sensores químicos miniaturizados e integrados: novas plataformas de fabricação para aplicações biológicas, clínicas e ambientais, AP.TEM
Assunto(s):Eletroanalítica   Eletrodos quimicamente modificados   Sensores eletroquímicos   Óxido nítrico   Microeletrodos

Resumo

Nesse projeto pretende-se fabricar microelétrodos de platina os quais serão empregados como sensores eletroquímicos para a detecção de NO. Visando à melhoria da sensibilidade das determinações analíticas, serão estudadas estratégias de platinização da superfície dos microelétrodos. Uma vez que o NO coexiste com outras substâncias eletroativas em fluidos biológicos, protocolos de proteção da superfície do sensor serão examinados com o objetivo de restringir a passagem dos interferentes. Curvas de calibração serão construídas com o objetivo de estabelecer a correlação entre a corrente medida com o microeletrodo e a concentração de NO em solução. Outros parâmetros analíticos relevantes como repetibilidade, reprodutibilidade e limite de detecção também serão determinados com o objetivo de avaliar o desempenho do sensor.