Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do impacto da rotulagem nutricional na saúde pública no Brasil

Processo: 19/22278-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Jovens Pesquisadores
Vigência (Início): 01 de setembro de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição
Pesquisador responsável:Neha Khandpur
Beneficiário:Neha Khandpur
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/24030-0 - Avaliação do impacto da rotulagem nutricional na saúde pública no Brasil, AP.JP
Assunto(s):Brasil   Avaliação de políticas   Rotulagem nutricional

Resumo

Esta proposta visa: (1) determinar o impacto dos rótulos nutricionais (FOP) nas decisões de compra e consumo de alimentos ultraprocessados (UPF) entre os consumidores brasileiros; (2) quantificar o impacto na saúde da inclusão obrigatória de rótulos de FOP em produtos ultraprocessados no Brasil; e (3) avaliar a influência das principais partes interessadas no desenvolvimento e na trajetória de implementação da política de rotulagem da FOP no Brasil. Ele incorpora uma combinação de métodos robustos, incluindo métodos experimentais, métodos qualitativos e modelos de macro-simulação, e utiliza dados primários e secundários para atender aos objetivos da proposta. Os resultados desta proposta identificarão fatores individuais e contextuais que influenciam o uso de rótulos da FOP, determinam os motivos de seu uso limitado e destacam os recursos da UPF que podem melhorar a eficácia dos rótulos da FOP. Eles também ajudarão a estimar os impactos da política da FOP em 5 e 10 anos sobre a saúde, quantificar o número de mortes evitadas pela sua implementação e informar a alocação de recursos do governo. Finalmente, esta proposta aproveitará os processos políticos iniciados para a finalização da política da FOP e informará futuros esforços de implementação de políticas, dentro do país e internacionalmente. A proposta atende à demanda por esta evidência do Ministério da Saúde, ANVISA e Organização Pan-Americana da Saúde para ajudar a informar futuras decisões políticas sobre este tema em nível nacional e regional, e de ONGs de defesa, como o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor. capacitar e educar o consumidor brasileiro. Esta proposta fornece adicionalmente as evidências necessárias para informar o debate sobre a rotulagem nutricional entre pesquisadores de saúde pública. A validade deste estudo é independente da decisão final da ANVISA sobre a política da FOP.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
STEELE, EURIDICE MARTINEZ; KHANDPUR, NEHA; SUN, QI; MONTEIRO, CARLOS A.. The impact of acculturation to the US environment on the dietary share of ultra-processed foods among US adults. PREVENTIVE MEDICINE, v. 141, . (15/14900-9, 19/22278-7, 18/17972-9)
KHANDPUR, NEHA; ROSSATO, SINARA; DROUIN-CHARTIER, JEAN-PHILIPPE; DU, MENGXI; MARTINEZ, EURIDICE; SAMPSON, LAURA; MONTEIRO, CARLOS; ZHANG, FANG FANG; WILLETT, WALTER; FUNG, TERESA T.; et al. Categorising ultra-processed foods in large-scale cohort studies: evidence from the Nurses' Health Studies, the Health Professionals Follow-up Study, and the Growing Up Today Study. JOURNAL OF NUTRITIONAL SCIENCE, v. 10, . (19/22278-7, 18/17972-9)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.